Mobilidade

Miio e Europcar em parceria para facilitar o aluguer de automóveis elétricos

Clientes que alugarem um elétrico passam a ter informação sobre a disponibilidade das estações de carregamento e acesso ao pagamento 100% digital
Carregamento elétrico (Foto: Ernest Ojeh/Unsplash)
Carregamento elétrico (Foto: Ernest Ojeh/Unsplash)
PUB

A aplicação de origem portuguesa destinada a utilizadores de veículos elétricos – Miio – juntou-se ao Europcar Mobility Group com o objetivo tornar a mobilidade elétrica mais acessível para os clientes da empresa de rent-a-car utilizadores de veículos elétricos.

A Europcar, que se encontra a reforçar a sua frota de veículos elétricos e híbridos, pretende tornar mais fácil e intuitiva a utilização de elétricos por parte dos seus clientes que através da Miio podem aceder a um conjunto de informações e ações úteis.

PUB

Com acesso a informação sobre as estações de carregamento mais próximas e o número de postos disponíveis, bem como ao pagamento 100% digital sem recurso a cartões de pagamento físicos, os clientes Europcar podem agora alugar um automóvel amigo do ambiente de forma mais simples e intuitiva.

PUB

No âmbito desta parceria, a Europcar irá oferecer aos mais de 30 mil utilizadores da aplicação Miio, durante um ano, um desconto de 15% sobre a tarifa pública válida no momento do aluguer de automóveis, carrinhas comerciais, bicicletas e motas.

PUB
Miio tem mais de 50 mil utilizadores em Portugal

Em Portugal, a Europcar conta atualmente com 82 veículos plug-in e 155 elétricos, disponíveis em estações de aluguer no Porto (cidade, aeroporto, Maia), Lisboa (aeroporto, Av. António Augusto de Aguiar, Rua Rodrigues Sampaio, Rua Castilho e Prior Velho) e Faro (aeroporto e Montenegro).

A nível global, o Europcar Mobility Group pretende que os veículos de emissões reduzidas e elétricos representem um terço da sua frota até 2023.

(Fotos: Unsplash e Miio)

Continuar a ler
Home
Comprar um veículo elétrico em segunda mão. Prós e contras
Preço dos combustíveis com aumento na 2ª feira
Descobre como a resiliência fará parte das smartcity do futuro