Mobilidade

Bosch investe 3 mil milhões de euros em negócios de semicondutores

Empresa está a apostar na expansão de fábricas na Europa e no desenvolvimento de novos chips

No mundo contemporâneo, a tecnologia faz parte do dia a dia e a verdade é que esta não existe sem os tão falados chips. Por isso, a Bosch vai investir três mil milhões de euros até 2026 na sua divisão de semicondutores, contribuindo para aumentar a produção na Europa de 10% para 20 % até 2030.

Com este investimento, que faz parte do programa de financiamento do IPCEI (Important Projects of Common European Interest), a empresa tecnológica espera fortalecer o seu negócio de microcondutores, um elemento que diz ser essencial para o sucesso de todas as áreas de negócio da Bosch.

Na fábrica de wafers (um tipo de chip) de Dresden, na Alemanha, que foi inaugurada há um ano, em junho de 2021, a Bosch pretende tornar os chips menores, mais inteligentes e mais baratos de produzir. Irá também apostar na criação dos seus próprios sistemas microeletromecânicos (MEMS), usados na indústria de bens de consumo. A produção destes componentes deverá arrancar em 2026.

 

A fábrica de Reutlingen, também na Alemanha, que produz chips de carboneto de silício, usados em veículos elétricos e híbridos, também receberá parte do investimento. Até 2025, a Bosch irá investir 400 milhões de euros para expandir a capacidade de fabrico e para construir uma nova extensão nesta localização.

A Bosch está também a apostar na investigação e está a testar a utilização de vários tipos de chips na mobilidade elétrica que deverá continuar em crescimento nas próximas décadas, especialmente depois de a União Europeia ter definido que a venda de veículos a gasolina e gasóleo será proibida a partir de 2035.

Já fora da Europa, mais concretamente em Penang, na Malásia, a empresa tecnológica está a construir um novo centro de testes para semicondutores que deverá entrar em funcionamento já em 2023.

Continuar a ler
Home
E-bike analisa o nível de poluição no ar enquanto pedalas
Porsche bate Tesla e estabelece novo recorde elétrico em Nürburgring
E se fosses de balão ao espaço? Descobre aqui o preço de uma viagem de 6 horas