Mobilidade

Países Baixos investem €1,1 mil milhões em infraestruturas para bicicletas

Governo vai apostar na construção de ciclovias, zonas de estacionamento para bicicletas e pontes e túneis
Texto

Não importa a idade, as deslocações em bicicletas são muito comuns nas cidades neerlandesas. O governo dos Países Baixos quer incentivar ainda mais este tipo de mobilidade e anunciou um investimento de 780 milhões de euros em infraestruturas para bicicletas no país. Juntando também as medidas anunciadas a nível municipal e provincial, espera-se uma verba total que ascende a mais de 1,1 mil milhões de euros.

Os 780 milhões de euros anunciados pelo governo fazem parte de uma verba total de 7,5 mil milhões de euros criada para tornar acessíveis novas zonas residenciais através da construção de infraestruturas como linhas ferroviárias e estradas.

Micromobilidade - AWAY
Micromobilidade nos Países Baixos (Foto: Iris/Unsplash)

O investimento nas bicicletas prevê o desenvolvimento de ciclovias, assim como zonas de estacionamento para bicicletas nos centros de transporte público.

No anúncio publicado no site do governo, é referido que só nas cidades de Utrecht e Goes deverão ser criados 3500 novos lugares para deixar a bicileta, o que ira permitir às pessoas uma maior flexibilidade na utilização de transportes menos poluentes nas suas deslocações diárias.

Está também prevista construção de túneis e pontes em estradas nacionais ou sob as linhas ferroviárias que possam ser utilizados por ciclistas e peões.

 

Bicicletas em Amesterdão
Bicicleta em Amesterdão (Foto: C. Parker/Unsplash)

O governo planeia construir 400 mil novas casas até 2030 e pretende garantir que o acesso a estas habitações poderá ser feito de forma sustentável, criando as infraestruturas necessárias para isso.

Construir ciclovias e infraestruturas complementares é relativamente barato e incentiva a utilização de um veículo que não produz gases com efeito de estufa, explica o governo neerlandês no texto publicado no site.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
5 coisas que Lisboa quer fazer para se tornar mais sustentável
Produção de hidrogénio verde em Marrocos poderá ter preço imbatível
Halfbike, o triciclo que torna a mobilidade mais divertida