Mobilidade

Pagamento contactless no Metro de Lisboa usado por 1 milhão de passageiros

Desde junho de 2023 que é possível pagar viagem no Metro de Lisboa com tecnologia contactless
Texto

Em pouco mais de meio ano, um milhão de passageiros recorreram ao pagamento contactless para andar no metro de Lisboa.

Até agora, foram registados um milhão de pagamentos usando a tecnologia contactless, tanto de passageiros nacionais ou internacionais. Ainda assim, é o consumo nacional que prevalece, a representar 60% das validações com contactless, refere a UNICRE em comunicado.

Pagamento contactless - AWAY
Pagamento contactless está disponível em todas as estações de Metro em Lisboa (foto: divulgação)

O projeto que arrancou em junho de 2023 e que é uma parceria do Metropolitano de Lisboa com a UNICRE, instituição financeira de gestão e disponibilização de serviços de crédito e soluções de pagamento, e com a Visa, criou uma forma de pagamento das viagens para passageiros ocasionais do serviço.

Com a instalação dos novos validadores, passou a ser possível pagar as viagens usando um cartão de débito ou crédito, smartphone ou smartwach com tecnologia contactless.
Serviço pode chegar a outros meios de transportes

Serviço pode chegar a outros meios de transportes

No comunicado, Fernando Carvalho, administrador da UNICRE, refere que se reconhece o forte potencial da solução contactless para os passageiros ocasionais e, como tal, está a ser avaliada a possibilidade de expandir a inovação a outras geografias e a diferentes transportes públicos.

A tecnologia de pagamento contactless está a tornar-se cada vez mais comum. Em Portugal, a Fertagus também já disponibiliza a tecnologia. Já na Europa, várias cidades permitem pagamentos com contactless, tais como Glasgow e Edimburgo, na Escócia, Londres, em Inglaterra, ou Amesterdão, nos Países Baixos.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Dicas para enfrentar o frio sem gastar muito dinheiro
Um dos relógios mais sustentáveis é feito com materiais reciclados
E se pudesses comer a colher? Esta é em bolacha impressa em 3D