Mobilidade

Toyota Mirai estabelece novo recorde do mundo de 1.360 kms com emissões zero

O Guinness World Records já reconheceu o recorde de maior distância percorrida com uma única carga de hidrogénio para o Toyota Mirai
Toyota Mirai
Toyota Mirai
PUB

A batalha pelos recordes de distância parece não ter fim à vista e a Toyota está apostada em manter o nome do Mirai no topo dos registos.

O Toyota Mirai chegou ao mercado internacional em 2016 e desde cedo tentou marcar posição como sendo uma alternativa válida à combustão, com uma fonte de combustível disponível em qualquer parte do planeta: o hidrogénio. 

PUB
O Toyota Mirai foi preparado no Centro Técnico da Toyota em Gardena, na Califórnia (EUA)
PUB

A tecnologia Fuel Cell, pilha de combustível a hidrogénio, está longe de ser a que atualmente parece ter mais seguidores no mercado, mas nem todas as razões poderão ser apontadas ao preço dos modelos.

Na verdade, isto ocorre porque, por um lado não abundam as ofertas de veículos (e talvez por isso o preço seja relativamente elevado), e, por outro, as redes de fornecimento de hidrogénio são escassas (por exemplo em Portugal não há praticamente local público para abastecer).

Wayne Gerdes (condutor) e Michael Empric (inspector do Guinness World Records) na selagem do depósito
PUB

Para provar que a opção pelo Fuel Cell é viável, desta vez, foi o Centro Técnico da Toyota em Gardena, na Califórnia (EUA), que meteu mãos à obra para bater um recorde de distância.

Para isso convidou Wayne Gerdes e Bob Winger, para uma viagem de dois dias, desde San Ysidro, a sul, até ao norte do estado solarengo do Pacífico. No regresso a viagem continuou por Los Angeles até Orange County.

A Toyota assegura, em comunicado, que o Mirai utilizado tinha as especificações de série e que a circulação foi realizada sem cuidados especiais em termos de hora de trânsito, ou seja, inclusive houve momentos em "rush hour" (hora de ponta).

A viagem foi acompanhada por GPS para certificação do recorde de distância

No final da jornada a equipa que conduziu o Toyota Mirai totalizou 845 milhas (cerca de 1.360 quilómetros), com apenas uma carga de hidrogénio. Antes da epopeia ter início o depósito desta unidade foi selado por Michael Empric (em representação do Guinness World Records) e o valor final foi registado e certificado por GPS.

PUB

No total foram consumidos 5,65 Kg de hidrogénio e não houve lugar a qualquer emissão de CO2 do veículo durante a deslocação.

Esta passa a ser a maior distância percorrida com um único depósito de hidrogénio. Desconfiamos que não vai ficar por aqui!

(Crédito Fotos: Toyota NewsRoom)

Continuar a ler
Home
Fantástico
Vídeo: Back to the future com Porsche Taycan e DeLorean
Mobilidade
Vídeo: Famel regressa com mota elétrica
Sustentabilidade
Google Maps irá indicar rotas amigas do ambiente para evitar emissões de CO2