Evasão

Aldeia monumento nacional de Sistelo recebeu a ecovia do rio Vez

Passadiço que circunda a aldeia foi inaugurado a 12 de abril e faz parte dos 34 quilómetros da ecovia do rio Vez
Ecovia do rio Vez chegou a aldeia de Sistelo (Marta Arias López/Flickr)
Ecovia do rio Vez chegou a aldeia de Sistelo (Marta Arias López/Flickr)

A ecovia do rio Vez, em Arcos de Valdevez, chegou à aldeia monumento nacional de Sistelo este mês. Foi no dia 12 de abril que os últimos 500 metros do passadiço que circundam a aldeia, conhecido como o pequeno Tibete português, foram inaugurados.

À Lusa, o presidente da Câmara de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, explicou que não pretendem para por aqui e que o objetivo é prolongar os trilhos em Padrão e Porto Cova.

O troço batizado de Veigas de Sistelo custou 70 mil euros e faz parte da ecovia do rio Vez, iniciada em 2013 e orçada em mais de um milhão de euros. Esta ecovia parte de Padreiro e tem uma extensão total de 34 quilómetros, desenvolvendo-se ao longo de três troços com aproximadamente 10 quilómetros cada.

A construção da ecovia faz parte dos investimentos na valorização da zona que já começaram há vários anos, mas que ganharam mais força em 2017, com a classificação, pelo Governo, da paisagem cultura da aldeia do Sistelo como monumento nacional.

Em 2019, foi criada uma Área de Reabilitação Urbana (ARU) para a aldeia de Sistelo, incluindo os lugares de Igreja, Padrão e Porto Cova, algo que atraiu os privados depois de um investimento público superior a um milhão de euros.

No futuro, estão previstos investimentos na requalificação do espaço público e do património, entre eles a recuperação da antiga escola primária de Padrão para centro de divulgação de paisagem cultural ou a requalificação dos miradouros de Estrica, Souto e Portela.

(Fotos: Câmara Municipal de Arcos de Valdevez)

Continuar a ler
Home
Novos radares em Lisboa dia 01 de junho. Sabe aqui onde estão
Hoje há greve no metro de Lisboa até às 09h30
Sabias que há cidades que podem contribuir para a tua saúde?