Mobilidade

Bosch lidera projeto que pretende assegurar a correta interação entre sistemas e software em automóveis

Mais de uma dezena de entidades envolvidas em programa para definir as bases de uma nova metodologia de desenvolvimento de software para veículos
Bosch com projeto pioneiro sobre dados automóveis
Bosch com projeto pioneiro sobre dados automóveis
PUB

Estabelecer regras e processos que possam assegurar a interação harmoniosa e segura entre os vários componentes eletrónicos e sistemas presentes em automóveis. É este o objetivo de um projeto liderado pela Bosch, designado “Software-Defined Car”, no qual participam mais de uma dezena de entidades e que conta com um financiamento de cerca de 43 milhões de euros por parte Ministério Federal Alemão para Assuntos Económicos e Energia.

Imagem computorizada do projeto Bosch de mapeamento de dados
PUB

Alguns veículos já apresentam mais de 100 unidades de controlo e, na opinião dos responsáveis da Bosch, a complexidade dos sistemas eletrónicos e respetiva arquitetura irá aumentar no futuro. Daí que a empresa alemã considere que é crucial garantir a interação coordenada entre todos esses sistemas, por forma a que novas funções, dentro e ao redor do veículo, sejam desenvolvidas mais rapidamente no futuro e cheguem aos condutores com segurança, ao longo de todo o ciclo de vida do veículo.

PUB
Projeto “Software-Defined Car” (SofDCar) da Bosch
PUB

 

O projeto Software-Defined Car assumiu a tarefa de mapear a “selva” de tecnologias que existe no automóvel. O nosso objetivo é trazer a ordem fundamental para os processos de criação e manutenção de software, por meio de modernas cadeias de ferramentas de desenvolvimento entre empresas”, explicou o líder do projeto Andreas Westendorf, em comunicado.

O programa engloba também o desenvolvimento de um gémeo digital alargado, ou seja, uma imagem virtual dos dados de desenvolvimento do veículo. O objetivo passa por garantir um fluxo de informações único e ininterrupto de dados e versões de software em todos os bancos e servidores, o que irá facilitar e acelerar a implementação de software e novas funções e serviços em automóveis.

Para além da Bosch, estão envolvidas no projeto as entidades BooleWorks, Mercedes-Benz, P3 digital services, T-Systems International, Vector Informatik e ZF Friedrichshafen, bem como a Universidade de Estugarda e o Instituto de Pesquisa de Engenharia Automóvel e Motores de Veículos de Estugarda, entre outras.

PUB

 

Continuar a ler
Home
Cidades
Novas cidades no mundo fazem disparar investimentos
Mobilidade
Veículo elétrico: Stress ou anti-stress?
Evasão
Sugestão de viagem: os 10 castelos mais visitados