Energia

Incêndios e explosões em painéis solares obrigaram Amazon a desligar instalações

A Amazon foi obrigada a desligar as instalações de energia solar que tinha no Estados Unidos durante o ano de 2021, soube-se agora
Texto
Incêndio em painéis solares na Amazon (Foto: Fresno Fire Department - cedidas à AWAY)
Incêndio em painéis solares na Amazon (Foto: Fresno Fire Department - cedidas à AWAY)

Entre abril de 2020 e junho de 2021 vários painéis solares no terraço de armazéns da Amazon, nos Estados Unidos da América, pegaram fogo ou tiveram incidentes elétricos, sem que fosse possível determinar as causas.

Estas ocorrência tiveram lugar pelo menos seis vezes durante o período referido e tiveram como consequência o desligar de todos os sistemas de energia solar durante o ano passado, algo que a Amazon fez sem grande alarido.

O caso só veio a público há poucas semanas e surge relatado em documentos internos que a CNBC teve acesso e confirmados pelo Fresno FD.

Armazém da Amazon com fogo na cobertura (Foto: cortesia Fresno Fire Department)

O primeiro caso (imagens e vídeo desta peça), ocorreu a 14 de abril de 2020, quando mais de uma dezena de bombeiros da corporação de Fresno, na Califórnia, foram obrigados a lidar com um incêndio que deflagrou numa cobertura do armazém local da Amazon, com cerca de 82 mil metros quadrados de área.

O vídeo abaixo (cedido por Angie Radillo, residente em Fresno) e as fotografias (gentilmente cedidas à AWAY pelos bombeiros de Fresno Fire Department) mostram os painéis a arder.

Um ano após a primeira ocorrência foi a vez da cobertura de um armazém da Amazon em Perryville, Maryland sofrer um novo incêndio.

O Kent County News reportou então que os estragos ocorridos nesta instalação poderão ter superado o meio milhão de dólares de prejuízos só na cobertura.

A Amazon tem cerca de 47 instalações com painéis solares no Estados Unidos e o documento agora revelado indica que estes problemas afetaram 12,7% das instalações, mas as causas são imputadas à má instalação por parte das empresas contratadas para o efeito ou falta de correta manutenção de acordo com o programado.

Depois de desligar todos os sistemas de energia solar em junho de 2021, que são na verdade operados e monitorizados por terceiros, a Amazon tem vindo progressivamente a ordenar e realizar inspeções e alterações às instalações antes de as voltar a conectar à rede (o que tem vindo a acontecer) e tem vindo a contratar empresas para monitorizar os painéis solares.

A instalação de painéis solares na cobertura dos armazéns da Amazon vai ao encontro do desejo de Jeff Bezos, o fundador da empresa, em ter uma empresa carbono neutro em 2040.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023