Sustentabilidade

Matos Fernandes: Portugal está a agir para atingir neutralidade carbónica

Ministro do Ambiente e da Ação Climática pediu maior ação climática para se conseguir alcançar objetivos previstos no Acordo de Paris
João Pedro Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e da Ação Climática
João Pedro Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e da Ação Climática
PUB

João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e da Ação Climática em Portugal, falou esta quarta-feira na abertura da COP26, em Glasgow, e referiu que a cimeira deste ano apenas terá sido bem sucedida se for capaz de levar os países a comprometerem-se a “um nível mais elevado de ação climática, um que entregue um livro de regras completo para a aplicação do Acordo de Paris”.

O ministro português pediu que se ouça a ciência e que se tenha sempre os compromissos nacionais para a descarbonização como fio condutor na tomada na tomada de decisões a nível nacional, regional e local. Lembrou também que é importante ouvir os pedidos da juventude face à crise climática e garantir que lhes deixamos um mundo saudável.

PUB

Perante a audiência, João Pedro Matos Fernandes lembrou que “Portugal foi o primeiro país do mundo a comprometer-se com a neutralidade carbónica até 2050” e referiu que o país está a trabalhar em medidas concretas para se atingir o objetivo.

PUB
Países na COP26 trabalham no novo acordo do clima
PUB
PUB

À audiência, o ministro referiu que “No fim do mês, Portugal vai acabar com as centrais a carvão”. Outras das medidas apontadas foram a aposta em energias renováveis, mantendo a tendência de 2020, em que se produziu mais de 60% de energia renovável, e a duplicação do financiamento climático.

Em relação à cimeira que decorre até sexta-feira, 12 de novembro, Matos Fernandes espera que se consiga alcançar um acordo concreto e ambicioso, que passe uma mensagem forte sobre os preços do carvão e da “retirada da utilização de combustíveis fósseis”.

(Fotos: Lusa e Vanessa e Michal Bajus/Unsplash)

Continuar a ler
Home
Cidades
Novas cidades no mundo fazem disparar investimentos
Mobilidade
Veículo elétrico: Stress ou anti-stress?
Evasão
Sugestão de viagem: os 10 castelos mais visitados