Sustentabilidade

Gelo na Gronelândia está a derreter e ilha está a ficar mais verde

Degelo provoca subidas de temperatura a nível mundial e subida do nível do mar
Texto
Degelo na Gronelândia (foto: Saul Loeb/Pool/AP)
Degelo na Gronelândia (foto: Saul Loeb/Pool/AP)

A Gronelândia está a perder o seu manto branco e a ficar mais verde. Um novo estudo indica que, nos últimos 30 anos, a ilha perdeu gelo e glaciares numa área equivalente à da Albânia, estando agora coberto de mais arbustos, pântanos e rochas.

Num artigo intitulado “Mudanças na cobertura do solo na Gronelândia em três décadas marcadas por uma duplicação da vegetação”, investigadores da Universidade de Leeds mostram que derreteram 28.707 quilómetros quadrados da camada de gelo e glaciares da Gronelândia, o que representa cerca de 1,6% da cobertura total gelada da ilha.

“Onde antes havia gelo e neve, há agora rochas áridas, pântanos e áreas de arbustos”, refere um comunicado divulgado pela Universidade de Leeds e citado pela Lusa.

As mudanças na Gronelândia têm sido acompanhadas desde a década de 1980 e até à década de 2010. As temperaturas mais quentes do ar são apontadas como as principais causadoras do degelo, o que por sua vez está a ter um impacto na temperatura da superfície terrestre, nas emissões de gases com efeito de estufa e na paisagem.

A região tem aquecido o dobro da taxa média mundial desde a década de 1970, referem os investigadores no comunicado, salientando ainda que entre 2007 e 2012, as temperaturas médias anuais do ar foram três graus Celsius mais altas, em comparação com a média de 1979 a 2000.

Gelo na Gronelândia
Glaciares estão a derreter (foto: Felipe Dana/AP)

O 'permafrost' – uma camada de solo permanentemente congelada – está a deteriorar-se devido ao aquecimento e os cientistas alertam que, em algumas áreas, tal poderá ter impacto nas infraestruturas e nas comunidades que existem na zona.

Ao longo das três décadas, a área com vegetação aumentou 87.475 km2, mais do que duplicando durante o período estudado.

Com o desaparecimento da neve e do gelo, bons refletores da energia do Sol, e com a sua substituição pela rocha, que absorve mais energia solar, é esperado que a temperatura da superfície terrestre aumente.

Além disso, a perda da massa de gelo na Gronelândia contribui para o aumento do nível do mar no mundo inteiro.

A Gronelândia, situada na região do Ártico, é a maior ilha do mundo com cerca de 2,1 milhões de quilómetros quadrados, a maior parte dos quais cobertos por gelo e glaciares, e uma população de quase 57.000 pessoas.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares da PSP: vê onde vão estar na próxima semana de 22 a 28 de abril
Mundo vive branqueamento em massa de corais pela segunda vez em 10 anos
Vê como fica o preço dos combustíveis na próxima semana