Mobilidade

Chegaram mais dois navios elétricos a Lisboa e em breve começam a operar

Embarcações juntam-se ao Cegonha Branca que chegou em novembro ao Tejo
Texto

Dois novos navios da frota 100% elétrica da Transtejo Soflusa (TTSL) chegaram a Lisboa no fim de semana, estando agora em fase de vistorias técnicas, anunciou a empresa.

Segundo a TTSL, durante as próximas semanas os navios “Garça-Vermelha” e “Flamingo-Rosa”, que agora se juntam ao "Cegonha Branca", vão cumprir com o plano de vistorias técnicas, por parte da DGRM – Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, de modo a seguir-se o processo de certificação, em que se destaca a emissão do título de propriedade e do certificado de navegabilidade.

Em novembro, durante a viagem inaugural do primeiro navio elétrico “Cegonha Branca”, a presidente do conselho de administração da Transtejo Soflusa anunciou que outras duas embarcações, de um conjunto de 10 que deverão estar a operar na travessia entre as duas margens até 2025, deveriam chegar a Lisboa em fevereiro.

Navio elétrico - AWAY
Navio elétrico "Cegonha Branca" na viagem inaugural (foto: António Cotrim/Lusa)

Em comunicado hoje divulgado, a TTSL – Transtejo Soflusa anuncia também que o “Cegonha Branca”, que já realizou viagens experimentais com passageiros a bordo, no trajeto entre o Seixal e o Cais do Sodré (Lisboa), deverá começar a operar nesta ligação no final de abril.

A empresa adianta ainda que, após a viagem desde o Porto de Avilès (Astúrias), o navio de transporte do “Garça-Vermelha” e do “Flamingo-Rosa” chegou ao Porto de Lisboa na noite de sexta-feira.

Os dois novos navios elétricos estão agora nas instalações da empresa, em Cacilhas, onde efetuaram a respetiva ligação a terra para carregamento de energia, sob acompanhamento de equipas técnicas especializadas.

No que se refere à construção dos restantes sete navios, a empresa assegura que decorre conforme planeado, estando prevista a entrega do quarto navio já no final de março.

Em paralelo, adianta a TTSL, encontra-se em curso a formação das tripulações, bem como a execução da empreitada respeitante às estações de carregamento, nos terminais das ligações fluviais que irão receber a operação 100% elétrica - Seixal, Cais do Sodré, Cacilhas e Montijo.

Depois do Seixal se ter tornado pioneiro deste processo, em 15 de outubro, o Cais do Sodré é desde domingo o segundo terminal fluvial a receber uma Torre Zinus, destinada ao carregamento rápido dos novos navios. O Terminal fluvial do Montijo será o próximo a receber um equipamento idêntico.

A Transtejo é responsável pela ligação fluvial do Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão, no distrito de Setúbal, a Lisboa.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
7 conselhos para conduzires em segurança em dias de chuva
Novo Dacia Spring traz novo design e mais equipamentos
Circulação de comboios na Linha de Cascais com cortes este fim de semana