Mobilidade

Autocarro elétrico de dois andares será testado em serviço nas ruas de Londres

O Beulas Jewel resulta de um projeto conjunto de várias empresas internacionais e estará ao serviço da Go-Ahead, operadora de autocarros na capital inglesa
PUB

Os autocarros de dois andares são um dos marcos da cidade de Londres e, tal como está a acontecer com toda a indústria automóvel de uma forma geral, irão sofrer uma evolução ao nível da redução de emissões de CO2. Um passo importante nessa direção vai ser dado já no primeiro trimestre do próximo ano, altura em que se iniciam os testes do novíssimo Beulas Jewel E.

O autocarro elétrico desenvolvido em parceria entre a Equipmake, empresa especialista em eletrificação de veículos comerciais, e o construtor de autocarros espanhol Beulas, estará ao serviço da Go-Ahead, a maior operadora de autocarros da capital inglesa, com a qual fará testes em serviço.

PUB

Está equipado com o conjunto propulsor livre de emissões desenvolvido pela Equipmake no Reino Unido, com 400kW de potência máxima, disponível em três opções modulares de baterias – 325kWh, 434kWh e 543kWh. A última é reclamada pela empresa como a bateria de maior capacidade de qualquer autocarro elétrico de dois eixos e dois andares do mundo.

PUB

A autonomia máxima anunciada de 482 km permite ao Jewel E completar um ciclo de serviço, sem a necessidade de parar e recarregar. E, com a solução modular, os operadores têm a flexibilidade de dimensionar a quantidade de baterias durante toda a vida útil do autocarro, assegurando a sua compatibilidade futura com diferentes percursos e distâncias.

PUB

Apesar de concebido para percorrer as ruas de Londres, pode dizer-se que o novo Jewel E é um produto internacional. O chassis foi desenvolvido pela Agrale em Buenos Aires, Argentina, a carroçaria é produzida pela Buelas em Girona, Espanha, e a montagem e produção final terá lugar numa unidade totalmente nova localizada em Norfolk, Inglaterra.

Sabe mais sobre o Beulas Jewel E

O consórcio envolvido na produção do Jewel E espera que este venha a ter um papel predominante para ajudar o governo britânico a atingir o seu objetivo de introduzir no mercado, pelo menos, mais 4 mil autocarros de fabrico nacional com emissões zero até 2024.

A nível global, as várias empresas envolvidas no projeto acreditam que o mercado de autocarros elétricos passe dos atuais 300 mil veículos por ano para um milhão até 2030, pelo que estão confiantes no desempenho do Jewel E.

Continuar a ler
Home
Cidades
Novas cidades no mundo fazem disparar investimentos
Mobilidade
Veículo elétrico: Stress ou anti-stress?
Evasão
Sugestão de viagem: os 10 castelos mais visitados