Mobilidade

Principais aumentos e despesas, nos transportes e para os automobilistas, em 2022

Preço dos combustíveis, portagens, inspeções e seguros vão aumentar em 2022. Mas deves ainda ficar atento ao preço da energia, dos carros usados e não só…
Texto
Aumentos e despesas combustíveis e transportes para 2022
Aumentos e despesas combustíveis e transportes para 2022

Um novo ano é sempre sinónimo de atualizações diversas de preços de produtos e serviços. É o caso de tudo quando gravita em torno da mobilidade, com o preço dos combustíveis, seguros, portagens, energia e inspeções em destaque. Mas nem tudo são más notícias, ou, pelo menos, para já, para o início do ano há serviços que (ainda) não tem aumentos agendados.

Combustíveis em alta

O preço dos combustíveis deverá continuar a subir em 2022. Mesmo que o petróleo possa baixar no mercado internacional, a verdade é que em Portugal algumas medidas introduzidas como travão à escalada de preços deverão terminar no primeiro trimestre. A atualização do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos (ISP) prevista para final de janeiro e o fim da suspensão da taxa de carbono, em março, serão dois fatores que vão implicar subida dos preços.

Energia vai subir

No que respeita à energia, os veículos elétricos verão a subida do preço da energia em casa subir 0,2% e ainda poderiam deparar-se com um aumento de 55% de taxa de carregamento nos postos públicos como determinado pela ERSE. Neste segundo ponto, para já, será o Fundo Ambiental a suportar este aumento, embora não exista certeza de “até quando” esta compensação vá ser mantida.

Crise dos chips afeta preços

A escassez de produção de veículos novos face à crise da falta de semicondutores irá continuar ainda durante os primeiros meses de 2022. Isto irá fazer com que os construtores ofereçam menos descontos nos veículos novos, ainda que não seja expetável um aumento de preços.

O que irá continuar em alta serão os preços dos veículos usados. A oferta do mercado de usados ressente-se de menores contribuições de veículos oriundos de frotas e rent-a-car (ainda uma consequência da pandemia) e pela maior procura por parte dos consumidores que não conseguem adquirir carros novos.

Transportes sem grande expressão

Quer o passe Navegante (Área Metropolitana de Lisboa), quer o passe Andante (Área Metropolitana do Porto), deverão manter o valor em 2022, mas o novo ano vê os preços dos bilhetes nos transportes públicos terem uma subida de 0,57%

Estacionamento

A EMEL procedeu a uma atualização de tarifas e criação de novas zonas em abril passado e ainda não anunciou novos aumentos para 2022, no entanto, em 2019 e 2021 a operadora realizou alterações não no início do ano, mas sim entre abril e junho, pelo que é expectável que ainda possam surgir alterações

Portagens

O aumento médio de portagens irá situar-se em 1,83%, com destaque para o aumento de cinco cêntimos na A5 (Cascais/Lisboa). Em 93 taxas de portagem a Brisa informa que irão existir aumentos em 28.

No entanto a grande novidade de 2022 é a cobrança dos serviços adicionais da Via Verde que passam a ter um custo anual de 6 euros (cobrado em mensalidades de 50 cêntimos).

Seguros

Os capitais mínimos para o seguro de responsabilidade civil vão ser alterados em 2022 e a subida no seguro automóvel obrigatório será certa para os consumidores, fazendo as seguradoras refletir na fatura as normas europeias que harmonizam o valor da responsabilidade civil.

Inspeção Periódica Obrigatória

As tarifas foram atualizadas e, em 2022, os proprietários de veículos ligeiros passam a pagar 31,80 euros pela Inspeção Periódica Obrigatória.

Aqui, a boa noticia é que a Inspeção para as motas está, por enquanto sem data de entrada em vigor porque não foi publicada a portaria regulamentar antes do final do ano e agora só deverá ocorrer com formação de novo executivo governamental.

Aumento de radares

Para 2022 conta ainda com uma despesa “extraordinária”. Se é certo que cumprindo na íntegra os limites impostos pela lei e sinalização rodoviária os automobilistas livram-se desta “despesa”, a verdade é que a proliferação de radares pode fazer chegar multas até aos condutores mais atentos.

Bom ano!

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Ponte Vasco da Gama encerrada ao trânsito na próxima madrugada
O futuro pode não ter sequer volante e vai ser mais sustentável
Combustíveis: gasóleo e gasolina descem segunda-feira... mas pouco