Cidades

Câmara de Lisboa investe mais de 2 milhões de euros em 41 radares de controlo de velocidade

O plano de instalação prevê 20 novas localizações de radares de controlo de velocidade e substituição de antigos aparelhos
Instalação de radares em Lisboa
Instalação de radares em Lisboa

De acordo com a agência Lusa, a Câmara Municipal de Lisboa investiu 2,142 milhões de euros na aquisição de 41 radares de controlo de velocidade de veículos, dos quais 20 vão ser instalados em novas localizações e os restantes vão substituir antigos.

Segundo a Lusa até ao momento já foram instalados 18 novos radares e já foram substituídos 11 radares, sendo que o plano passa por realizar testes com os sistemas de controlo de velocidade e oportunamente colocar em funcionamento.

As novas localizações onde vão ser instalados estes aparelhos são as avenidas Santos e Castro (dois radares), Lusíada (dois), General Norton de Matos (um), Padre Cruz (dois), Marechal Gomes da Costa (um), da Índia (um), Infante Dom Henrique (dois), Dr. Alfredo Bensaúde (dois), Almirante Gago Coutinho (um), de Ceuta (um), Calouste Gulbenkian (um), Marechal Craveiro Lopes (um), a 2.ª Circular (um) e a Avenida dos Combatentes (dois).

Já os 21 radares a substituir localizam-se nas avenidas da Índia e Brasília (dois), Infante Dom Henrique (dois), de Ceuta (dois), Gen. Correia Barreto (dois), Estados Unidos da América (dois), Marechal Gomes da Costa (um), Almirante Gago Coutinho (um), Eusébio da Silva Ferreira (um), 05 de Outubro (um), da Igreja (um), Cidade do Porto (um), João XXI (um), Afonso Costa (um), Eng. Duarte Pacheco (um), na 2.ª Circular (um) e na Avenida das Descobertas (um).

De acordo com o município, os novos aparelhos “são equipamentos modernos e com uma tecnologia mais atual, que possibilitam o controle simultâneo de velocidade em várias vias e em ambos os sentidos”, enquanto os radares antigos apenas permitem controlar a velocidade numa única via.

Outra das funcionalidades é a possibilidade de receber no Centro de Coordenação da Mobilidade do município dados de tráfego em tempo real (velocidades médias, contagens de veículos com possibilidade de desagregar por tipologia de veículo, distância entre veículos para avaliar congestionamento da via), revelou a autarquia, referindo que a gestão destes radares é feita pela Polícia Municipal.

Continuar a ler
Home
Conferência dos Oceanos 2022 em Lisboa até 1 de julho
Subida de água no planeta. Vê aqui este projeto de sensibilização em Copenhaga
Estão a aparecer microplásticos em gelo na Antártida