Energia

Transição energética com investimento global de €719 mil milhões em 2021

Durante o Fórum Nissan discutiram-se os avanços na mobilidade elétrica e transição energética no mundo e em Portugal
Transição energética mundial
Transição energética mundial

As alterações climáticas são uma realidade e todos os dias chegam alertas para a necessidade de fazer mudanças para as travar. E, parece que, apesar de lentos, os progressos estão a ser feitos e os investimentos na transição energética têm aumentado substancialmente, tendo atingido o ano passado cerca de 719 mil milhões de euros.

Foi durante na 6.ª edição do Fórum Nissan para a Mobilidade Inteligente, que contou com 14 oradores que falaram em três painéis sobre Condução Inteligente, Energia Inteligente e Integração Inteligente, que António Coutinho, responsável da Inovação na EDP referiu que se há 15 anos investia-se no mundo cerca de 47,6 mil milhões de euros por ano na transição energética, agora, o valor é 15 vezes superior.

Os investimentos em todo o globo são feitos maioritariamente na área das energias renováveis e, logo de seguida, na área da eletrificação dos transportes. “Está previsto que já este ano a eletrificação dos transportes seja a principal área dos investimentos na transição energética”, rematou António Coutinho.

Focando em Portugal e no mercado da mobilidade eletrificada, Henrique Sanchez, presidente do Conselho Diretivo da Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos (UVE), destacou que a nível nacional, o parque automóvel de modelos eletrificados, nos quais se incluem tanto veículos 100% elétricos como híbridos plug-in, está já acima das 100 mil unidades.

Modelos eletrificados já representam cerca de 20% das vendas totais de automóveis em Portugal, referiu Henrique Sanchez.

Rede de carregamento em Portugal

E se há cada vez mais automóveis eletrificados a correr as estradas nacionais, também a rede de carregamento tem vindo a ser reforçada. Neste momento, há mais de 2750 carregadores em Portugal, o que garante mais de 5700 tomadas de carregamento, esclareceu o administrador da Mobi.E, Alexandre Videira.

Este número torna-se ainda mais expressivo quando é esclarecido que, para a atual dimensão do parque português, a potência instalada deveria ser de cerca de 74MW, uma vez que as normas europeias ditam que a potência instalada deve ser de 1kW por automóvel elétrico e 0,66kW por híbrido plug-in. Em 99% dos municípios do país, atualmente, já estão instalados 102,5MW.

(Fotos: Nissan, Unsplash e Pexels)

Continuar a ler
Home
Combustíveis: gasóleo vai finalmente descer na próxima segunda-feira
Supervan desportiva de entregas rápidas com 1.470 kW
Carros elétricos usados. Uma boa opção? O que ter em conta?