Energia

Preço dos combustíveis volta a subir na próxima semana

Gasóleo pode aumentar até 3,5 cêntimos e gasolina vai subir 2,5 cêntimos por litro a partir de segunda-feira dia 13 de dezembro
Texto
Preço dos combustíveis
Preço dos combustíveis

Segundo as previsões da AWAY, a partir de segunda-feira, os preços da gasolina e do gasóleo vão ter uma forte subida, contrariando a descida verificada na semana passada

De acordo com a nossa estimativa e tendo em conta cálculos realizados pela AWAY, já hoje de manhã, dia 10 de dezembro, com base no cruzamento de dados do mercado e informações de operadores no setor, podemos adiantar que esta é a nossa previsão:

A gasolina simples 95 vai ter uma subida de 2,5 cêntimos por litro (0,025 euros/litro) e o gasóleo simples poderá subir até 3,5 cêntimos por litro (0,035 euros/litro) a partir da próxima segunda-feira dia 13 de dezembro.

De acordo com os dados da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG), recolhidos a 09 de dezembro, o preço médio do gasóleo simples é, à data de consulta, de 1,480 euros/litro (1,518 euros para o gasóleo especial), e o preço médio da gasolina simples 95 é de 1,644 euros/litro (1,663 euros para a gasolina 95 aditivada).

A gasolina aditivada 98 apresentava à data de recolha de dados um preço médio de 1,829 euros por litro.

AUTOvoucher já pode ser utilizado para compras nos postos aderentes

Recordamos que esta é uma estimativa da AWAY realizada de acordo com o citado. Os postos de combustível e os operadores do mercado são livres de praticar o preço que desejarem. É muito provável que encontre postos com preços mais baixos ou que consiga valores melhores com as várias promoções existentes de parcerias com as gasolineiras.

Desde 10 de novembro que também é possível utilizar o AUTOvoucher, que oferece 10 cêntimos por litro até um máximo de 50 litros por mês. Descobre aqui quais são os postos que aderiram.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Governo recomenda baixar a velocidade máxima para os 100 km/h
Dinamarca está a substituir comboios Diesel por elétricos
Itália tem primeira residência para estudantes alimentada a hidrogénio