Atualidade

Coreia do Sul vai ter expedição com veículo elétrico na Lua em 2032

Investimento de cerca de meio milhão de euros quer colocar um veículo coreano a explorar a lua com apoio de Elon Musk
Texto

A Coreia do Sul tem em desenvolvimento um projeto de expedição lunar que deverá culminar com a colocação de um veículo robot autónomo elétrico de pesquisa na Lua a ser lançado da plataforma SpaceX, de Elon Musk, situada na Florida, em 2032.

O projeto tem associado um investimento de 459 milhões de dólares (412 milhões de euros), deverá incluir a construção de um robot de expedição lunar com 1,8 toneladas e quer colocar a Coreia do Sul “na rota do futuro da economia espacial”, referiu o presidente Yoon Suk Yeol na apresentação pública.

exploração espacial - AWAY
Exploração espacial (foto/ilustração: KARI)

No passado dia 4 de agosto, a SpaceX Falcon 9, da empresa de Elon Musk, já levou o primeiro robot da Coreia do Sul, denominado Danuri, que irá ficar em rota orbital em redor da Lua para realizar reconhecimentos.

"O sonho de uma potência espacial não será um futuro distante, mas uma oportunidade e uma esperança para crianças e jovens" – referiu Yoon Suk Yeol, Presidente da Coreia do Sul à YN

Mas o Instituo Sul-Coreano de Pesquisa Aeroespacial (KARI no original) pretende ir mais longe e tem como missão preparar a primeira expedição que incluirá um veículo autónomo não tripulado elétrico para pesquisa cientifica à superfície.

De acordo com a Space News, o módulo lunar, provavelmente a ser transportado por uma evolução de um Falcon da SpaceX (com combustível de fontes sintéticas ou hidrogénio), terá painéis solares na parte superior e lateral, estando equipado, entre outros, com um detetor de substâncias voláteis, sistema de navegação de superfície lunar, gerador de energia nuclear e um veículo “rover” lunar.

Yoon Suk Yeol - AWAY
Yoon Suk Yeol, Presidente da Coreia do Sul, (foto: Suh Myung Geon/Yonhap/AP)

Este veículo será movido a energia elétrica (gerada através de um mini-propulsor nuclear), não deverá pesar não mais de 15 Kg e possui câmara de alta-resolução e sensores térmicos e sistémicos.

Este projeto deverá ser suportado com tecnologia sul-coreana e o presidente Yoon Suk Yeol referiu à Yonhap News que “pretende criar uma agência aeroespacial similar à NASA”. Um projeto que deverá ver a luz nos próximos 6 anos.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Europa bate recorde de produção de energia eólica e solar
Preço dos combustíveis com forte descida na próxima semana
Radares da PSP para o mês de fevereiro: onde vão estar em todo o país