Cidades

Prémio Gulbenkian para a Humanidade distingue Pacto Global de Cidades pelo Clima

Depois de Greta Thunberg este ano o Prémio de 1 milhão de Euros vai apoiar projetos no Senegal e Camarões
PUB

O prémio Gulbenkian para a Humanidade, no valor de 1 milhão de euros, foi este ano atribuído ao Global Covenant of Mayors - GCoM (Pacto Global de Cidades pelo Clima).

Este prémio foi atribuído o ano passado pela primeira vez à ativista Greta Thunberg que o distribuiu por várias entidades.

PUB

Este ano o prémio é atribuído à maior aliança global para a liderança climática das cidades, o GCoM, sendo constituído por mais de 10 600 cidades e governos locais de 140 países, incluindo Portugal.

PUB

O GCoM (ver vídeo acima sobre a sua atividade) é copresidido por Frans Timmermans, vice-presidente Executivo da Comissão Europeia para o pacto Ecológico Europeu e por Michael Bloomberg, antigo presidente da Câmara de Nova Iorque e enviado especial do Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, para Ambições e Soluções Climáticas (vê o depoimento dele no vídeo de abertura ou aqui).

O júri da 2ª edição do Prémio Gulbenkian para a Humanidade distinguiu, entre 113 candidatos provenientes de 48 países, o esforço concertado desta aliança para promover a transição das cidades para uma economia de baixo carbono.

PUB

O montante de 1 milhão de euros do Prémio Gulbenkian vai financiar projetos de grande dimensão em cinco cidades no Senegal (fornecimento de água potável) – ver vídeo do projeto acima ou aqui - e numa cidade nos Camarões (desenvolvimento de soluções de eficiência energética). Estes projetos, de elevada ambição climática, foram identificados pela Fundação Gulbenkian, em conjunto com a equipa técnica da organização premiada.

O Prémio Gulbenkian para a Humanidade (ver vídeo acima ou aqui) será entregue no dia 9 de novembro na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP26 - ver aqui), que se realiza em Glasgow, na Escócia.

 

Continuar a ler
Home
Fantástico
Vídeo: O Renault 4L do futuro é elétrico e voa!
Away
Biocombustíveis: depois do milho e girassol, agora os insetos
Energia
Gasolina desce e gasóleo sobe, na próxima semana