Atualidade

Falta de água é problema de metade dos Estados-membros da UE

Portugal apresenta plano para gestão de recursos hídricos
Texto
Torneira a pingar água (foto: Wolfram Steinberg. Alliance v/ Getty Images)
Torneira a pingar água (foto: Wolfram Steinberg. Alliance v/ Getty Images)

A ministra da Agricultura alertou que a disponibilidade de água “é um problema para mais de 50% dos Estados-membros” da UE, no dia em que Portugal apresentou o plano 'ReWaterEU' aos seus homólogos dos 27.

Neste sentido, Maria do Céu Antunes disse esperar que a Comissão Europeia “tenha este tema muito presente” e consiga desenhar um programa para a água semelhante ao da energia (RePowerEU).

Falando aos jornalistas à margem da reunião do Conselho da UE, Maria do Céu Antunes defendeu que se devia “juntar os Estados-membros à volta de um documento que chama a atenção para a necessidade, para além do abastecimento humano, de garantir a disponibilidade, o armazenamento, a distribuição e o transporte da água para o setor agrícola”.

O ‘ReWaterEU’ visa contribuir para a redução da vulnerabilidade do bloco europeu perante os efeitos das alterações climáticas nos recursos hídricos.

No que respeita à gestão dos recursos hídricos, o Governo propõe a aplicação de medidas como o investimento na captação, a redução das perdas de água nos sistemas de distribuição, a otimização das infraestruturas de armazenamento e transporte, a reutilização da água para fins não potáveis nos setores urbano, turístico, industrial e agrícola e ainda o investimento em unidades de dessalinização.

O plano seria financiado com recursos da UE e investimento privado sendo que, explicou, terá de haver um instrumento financeiro que canalize verbas para os Estados-membros poderem adotar as medidas previstas.

Em março, a Comissão Europeia vai lançar uma iniciativa de resiliência no domínio da água, que incluirá uma série de medidas imediatas, e lançará um debate público sobre a consecução da resiliência hídrica.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Dicas para enfrentar o frio sem gastar muito dinheiro
Um dos relógios mais sustentáveis é feito com materiais reciclados
E se pudesses comer a colher? Esta é em bolacha impressa em 3D