Sustentabilidade

Sacos de plástico da fruta vão ser pagos? Medida deve começar em fevereiro

Taxa de quatro cêntimos por saco de plástico leves deveria ter entrado em vigor a 1 de janeiro
Texto
Fim dos sacos de plástico e das embalagens chega em junho (foto: Ana Shvets/Pexels)
Fim dos sacos de plástico e das embalagens chega em junho (foto: Ana Shvets/Pexels)

Ainda não foi desta que se começaram a cobrar os sacos de plástico superleves, muito usados para colocar as frutas e os legumes. A medida deveria ter entrado em vigor já no primeiro dia do ano, mas por razões operacionais, acabou por ser adiada.

A nova medida vai fazer com que os sacos ultraleves, até agora gratuitos, passem a ter um custo de quatro cêntimos para os consumidores. No Jornal da TVI falou-se sobre esta mudança que deverá entrar em vigo a partir de fevereiro.

A luta do governo português contra os sacos de plástico leves não é de agora. No início de 2023, foi anunciado que a partir de 1 de junho de 2023, tanto estes como as cuvetes de plástico deixariam de ser disponibilizadas.

Na altura, as empresas de distribuição pediram para que a medida não avançasse, já que não era imposta pela União Europeia e poderia interferir com a livre concorrência no espaço comunitário.

Para dar resposta ao pedido, o governo acabou por mudar a medida. Em vez de proibir os sacos, ficou previsto que seria necessário pagar os sacos de plástico leves, tal como acontece com outros.

Podes ver mais notícias sobre sustentabilidade e não só no site do TVI Player.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
7 conselhos para conduzires em segurança em dias de chuva
Novo Dacia Spring traz novo design e mais equipamentos
Circulação de comboios na Linha de Cascais com cortes este fim de semana