Energia

Grupo VW estabelece parcerias para assegurar produção das suas baterias

Construtor alemão firma acordos que lhe irão permitir dar um passo significativo na industrialização da tecnologia de baterias e na sua produção em massa
Texto
Volkswagen continua a investir na produção de baterias
Volkswagen continua a investir na produção de baterias

O grupo Volkswagen acaba de anunciar que fechou três novas parcerias para a produção de baterias destinadas aos seus automóveis elétricos. Na foto de abertura Mathias Miedreich, CEO da Umicore, e Thomas Schmall, membro do conselho da VW marcam o início da parceria.

Apostado em reforçar o seu conhecimento tecnológico de baterias e respetiva gestão de custos, com vista à integração vertical da cadeia de valor deste componente, o construtor germânico prepara-se para estabelecer uma joint-venture com os belgas da Umicore, realizar um investimento nos americanos da 24M e firmar um acordo de longo prazo com os australianos da Vulcan Energy Resources.

Com a criação das novas parcerias, independentes entre si, o grupo Volkswagen pretende dar um passo significativo na industrialização da tecnologia de baterias e na produção em volume de baterias ainda mais sustentáveis e evoluídas. Recorde-se que o construtor pretende construir seis novas fábricas na Europa, até 2030.

A joint-venture com a Umicore, líder em materiais de mobilidade limpa, permitirá à VW obter o fornecimento de materiais catódicos para as suas fábricas de células na Europa. A intenção é aumentar gradualmente a capacidade de produção, começando em 2025 com 20 GWh para a gigafábrica situada em Salzgitter, Alemanha. Até ao final da década o grupo espera atingir uma capacidade de produção anual de até 160 GWh, o equivalente ao fornecimento de baterias para aproximadamente 2,2 milhões de veículos elétricos/ ano.

Já o investimento a realizar na startup 24M, um spin-off do Massachusetts Institute of Technology (MIT), tem como objetivo industrializar a sua tecnologia de processo semissólido, o qual constitui uma melhoria relativamente ao processo de revestimento a seco de baterias. Desta forma, o grupo VW pretende otimizar consideravelmente os custos na futura produção de baterias, ao reduzir a utilização de material e eliminar várias etapas do processo de produção convencional.

Quanto ao acordo de cinco anos com a Vulcan Energy Resources, a ter início em 2026, prende-se com o fornecimento de lítio neutro em CO2 a partir do Vale do Reno Superior, na Alemanha, o qual contribuirá para assegurar o fornecimento desta mátria prima à VW com vista à futura produção própria de células de bateria, tanto na Alemanha como na restante Europa.

(Fotos: Volkswagen)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Ponte Vasco da Gama encerrada ao trânsito na próxima madrugada
O futuro pode não ter sequer volante e vai ser mais sustentável
Combustíveis: gasóleo e gasolina descem segunda-feira... mas pouco