Energia

Alerta combustíveis: Petróleo supera máximos de novembro de 2022

Redução de produção motiva aumento da cotação do petróleo nos vários mercados
Texto
Exploração de petróleo da Aramco, Árabia Saudita (foto: Reza/Getty Images)
Exploração de petróleo da Aramco, Árabia Saudita (foto: Reza/Getty Images)

Dramático e intenso. A cotação do petróleo bruto alcançou níveis máximos que já não eram vistos desde novembro de 2022 e este aumento vai impactar o preço dos combustíveis já nas próximas semanas.

Os preços do petróleo subiram dramaticamente na manhã desta terça-feira, dia 5 de setembro, para valores a superar os 90 dólares (fonte: OilPrice), quando a Arábia Saudita e Rússia, em ação concertada anunciaram o prolongamento dos cortes de produção até ao final do ano em 1,3 milhões de barris por dia.

A negociação no mercado norte-americano WTI (US West Texas Intermediate Crude) alcançou US87,01 por barril e o Brent, de referência para a Europa, superou os 90,22 dólares por barril, valores que não eram vistos desde novembro.

De acordo com a Reuters, já era esperado que a Arábia Saudita prolongasse os cortes por um mês ou dois e a Rússia mais um mês, mas este acordo até final do ano vem complicar as contas da energia para o último trimestre de 2023. E da Rússia os sinais não são bons para 2024…

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vê como vai estar o preço dos combustíveis esta semana
Microcarro da Silence tem bateria amovível com rodinhas
Clássico Renault 5 renasce em versão elétrica e moderna