Opinião
Nuno Silva
Nuno Filipe Guerreiro Martins da Silva ou Nuno Silva, como é conhecido no setor e entre os seus pares, tem 51 anos e completa 32 anos de profissão, sempre na área automóvel. Em 1991, juntamente com o sócio Edgar Condenso, cria a empresa Consilcar.

Carteira profissional e Programa de Usado Certificado são planos da APDCA

A APDCA nasceu da resposta de um grupo de empresários perante a falta de uma entidade que defendesse os interesses específicos deste setor
APDCA - Associação Portuguesa do Comércio Automóvel
APDCA - Associação Portuguesa do Comércio Automóvel
PUB

Desde a sua fundação, em 2017, a APDCA (Associação Portuguesa do Comércio Automóvel) sempre pautou a sua atuação pela defesa intransigente de valores como a confiança, credibilidade, justiça e transparência. Princípios que se aplicam à defesa do setor, mas também se repercutem no consumidor final.

Porque sabemos que ainda há um longo caminho a percorrer na dignificação desta atividade, cuja reputação foi demasiadas vezes manchada por “empresários” sem escrúpulos que nem o eram à luz da lei, a APDCA há muito que promove ações de divulgação e apelos à criação de legislação específica para o setor do Comércio de Automóveis Usados.

PUB

Na APDCA acreditamos que só com uma regulamentação dedicada, ajustada e penalizadora face aos incumprimentos, é possível restabelecer a base de confiança entre todas as partes envolvidas num negócio e proteger tanto quem adquire como quem vende a viatura.

PUB

Também nesse sentido temos encetado diálogos construtivos com parceiros corporativos e entidades públicas para sugerir regras, ouvir opiniões e sensibilizar para a necessidade premente de regulamentar o setor. Ainda no decurso desta legislatura enviámos a todas as Bancadas Parlamentares representadas na Assembleia da República, uma missiva que continha um conjunto alargado de sugestões e exigências que trariam uma maior equidade e transparência ao setor. Medidas essas que iriam defender os interesses dos nossos associados, mas também de todos os consumidores.

PUB

Uma das sugestões mais vezes repetida pela APDCA, é a criação de uma Carteira Profissional para quem atua nesta atividade. Uma obrigação legal que protegeria os consumidores e os empresários dos falsos “particulares”, negociantes que atuam, na maioria das vezes, à margem da lei.

Além de comportarem riscos acrescidos para os compradores, por não serem obrigados a dar qualquer tipo de garantia, estes falsos “empresários” representam perdas significativas para o erário público, que se vê privado de somas avultadas em impostos que não são cobrados. Para os empresários sérios e cumpridores, estes representam uma concorrência desleal, já que não são obrigados a pagar impostos, a dar garantias ou a arcar com todos as responsabilidades inerentes a ter uma empresa registada e com a “porta” aberta.

Para combater a precariedade e reforçar a base de confiança entre as partes envolvidas na negociação e na transação, a APDCA está a ultimar a criação de um Programa de Usado Certificado. Numa altura em que, dada a escassez de automóveis novos provocada pela crise dos semi-condutores e das matérias primas, os usados são cada vez mais uma alternativa, a criação deste Programa irá reforçar a confiança na escolha da sua nova viatura, criando no consumidor a certeza de que aquele automóvel está, sem margem para dúvidas, em perfeito estado de funcionamento e utilização.

PUB

Até pelos motivos enunciados anteriormente, julgamos do mais elementar bom senso que o apoio à troca por viaturas menos poluentes ou um possível programa de apoio ao abate contemple a possibilidade de estender a sua aplicação a automóveis usados recentes. Dada a dificuldade de obtenção de veículos novos ou os tempos de espera exigidos pelos mesmos, um usado com menos de cinco anos seria uma alternativa viável para diminuir a idade média do parque automóvel nacional e os respetivos níveis de emissões poluentes.

Nuno Filipe Guerreiro Martins da Silva, tem 51 anos e completa 32 anos de profissão, sempre na área automóvel. Em 1991, juntamente com o sócio Edgar Condenso, cria a empresa Consilcar.

No inicio de 2017, juntamente com um grupo de empresários do setor criam a Associação Portuguesa do Comércio Automóvel – APDCA, que é oficializada a 23 de março do mesmo ano. Em 2018 assume a Vice-Presidência da APDCA durante Presidência de Vitor Gouveia. Em 2020, é convidado a encabeçar a lista candidata aos novos órgãos sociais da Associação Portuguesa do Comércio Automóvel, assumindo a Presidência da Direção, cargo que mantém.

Nuno Silva escreveu esta crónica a convite da AWAY Magazine

PUB
Continuar a ler
Home
Tão giro! O Microlino tem 230 km de autonomia e é perfeito para as cidades
Empresa chinesa quer arrancar com táxi aéreo na Europa em 2025
Este é o carregador elétrico mais rápido do mundo