Mobilidade

6 mil horas depois, marca de Turim dá novo rugido ao Abarth 500e

Primeiro modelo elétrico da marca reproduz som desportivo semelhante ao do equipado com motor a gasolina
Texto

Foram necessárias mais de 6000 horas de trabalho para chegar ao som ideal. A tecnologia Sound System Generator, desenvolvida e aplicada no novo Abarth 500e, pretende manter no pequeno automóvel elétrico o espírito desportivo que caracteriza a marca de Turim, dotando-o de uma sonoridade semelhante à de um motor de combustão.

Concebido pelo Stellantis Sound Design Studio, o som reproduzido pelo Abarth 500e tem como objetivo dar um cunho desportivo a um modelo que, pelo facto de estar equipado com um motor elétrico, é naturalmente quase silencioso.

Desenvolvido em estúdio por uma equipa dedicada ao design de som ao longo de dois anos, com cerca de seis meses de trabalho contínuo, o projeto de criação do som perfeito para cada fase da experiência de condução envolveu a componente criativa, mas também tecnológica.

Testes Abarth 500e - AWAY
Testes de som para o Abarth 500e (foto: divulgação)

Os especialistas do departamento italiano NVH (Ruído, Vibrações e Aspereza) da Stellantis, grupo ao qual pertence a marca Abarth, trabalharam no desenvolvimento do som e da respetiva demo, bem como nas diferentes etapas do looping do som, do desenvolvimento do software, à criação do próprio som.

Os testes e estudos de som foram parcialmente realizados numa câmara semi-anecóica. Trata-se de uma sala concebida para ter níveis de ruído extremamente baixos, bem como um elevado grau de isolamento acústico do exterior, a fim de se poderem fazer medições de ruído precisas e fiáveis.

Testes Abarth 500e - AWAY
Testes de som para o Abarth 500e (foto: divulgação)

O processo de criação do “rugido” (como lhe chama a Abarth) do 500e envolveu a gravação do som emitido pelo atual motor a gasolina da marca em diferentes situações de condução, desde a aceleração à desaceleração, passando pela travagem e curvas rápidas, entre outras.

Com recurso a software específico, as gravações foram posteriormente analisadas e tratadas para então se criar um novo tom numa matriz virtual enriquecida por sons adicionais, específico para o modelo elétrico.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Estes painéis solares de cor terracota são discretos e quase desaparecem no telhado
Primavera sem andorinhas? Número destas aves está em declínio
Sabes como guardar sobras de conservas, abacate ou tofu?