Mobilidade

Combustíveis mais sustentáveis com utilização de GNL em parceria da Iveco com a Edison

Acordo entre as duas empresas visa acelerar o desenvolvimento da mobilidade sustentável com a utilização de combustíveis menos nocivos para o ambiente no transporte pesado de mercadorias
Iveco e Edison em parceria para utilização de GNL
Iveco e Edison em parceria para utilização de GNL
PUB

A Edison, um dos principais operadores energéticos em Itália, e a Iveco, empresa especializada no fabrico de veículos comerciais, celebraram um acordo para acelerar o desenvolvimento da mobilidade sustentável, com base na utilização do Gás Natural Liquefeito (GNL) como combustível.

A parceria visa contribuir para o processo de descarbonização do setor dos transportes rodoviários em Itália, país de onde ambas as marcas são originárias.

PUB

Enquanto principal importador de GNL de Itália, a Edison iniciou, no passado mês de outubro, a primeira cadeia de logística integrada deste tipo de combustível dedicada aos transportes. Foi criado um depósito costeiro em pequena escala na região de Ravenna e alocado um navio especialmente para o transporte de GNL. Atualmente a empresa fornece GNL, GNC (Gás Natural Comprimido) e biometano a cerca de 300 postos de abastecimento distribuídos por todo o território italiano.

PUB

Abaixo, vídeo do Iveco S-Way (GNL ou biometano)

Hoje damos mais um passo no caminho estratégico da descarbonização dos transportes, tendo em conta as metas climáticas europeias e italianas. Ao unir forças e trabalhar em conjunto com um grupo importante como a Iveco, tanto em Itália como a nível internacional, poderemos acelerar a conversão de frotas e o processo de transição energética”, referiu Nicola Monti, diretor executivo da Edison, em comunicado divulgado no âmbito do acordo celebrado entre as duas partes.

PUB
Descobre aqui o projeto do autocarro Iveco autónomo

 

A Iveco já aposta em veículos pesados movidos a biometano

Quanto à Iveco, é pioneira nas tecnologias de gás natural há mais de 20 anos e assume estar na liderança do processo de transição para este combustível sustentável no sector dos transportes, com 55% de quota de mercado na Europa para camiões a GNL (dados fornecidos pela Iveco em comunicado). É o primeiro fabricante a oferecer veículos pesados a gás natural, especialmente concebidos para travessias internacionais de longo curso.

“A mobilidade a gás natural representa uma grande aposta no nosso presente e no nosso futuro. Trata-se de um primeiro passo, mas importante, rumo à descarbonização do sector dos transportes. A colaboração entre a IVECO e a Edison irá dar um impulso adicional à mobilidade sustentável, que se verá reforçada pela introdução gradual de biometano nos planos de desenvolvimento do projeto”, sublinhou Gerrit Marx, CEO Iveco.

As duas empresas irão também trabalhar na oferta de soluções financeiras integradas que promovam a conversão de frotas para o GNL, através de um custo total de gestão do veículo competitivo face aos combustíveis tradicionais.

PUB
Continuar a ler
Home
Cidades
Novas cidades no mundo fazem disparar investimentos
Mobilidade
Veículo elétrico: Stress ou anti-stress?
Evasão
Sugestão de viagem: os 10 castelos mais visitados