Mobilidade

Coreia do Sul acusa Tesla de exagerar autonomia dos seus veículos elétricos

Tesla poderá ter de pagar multa por não divulgar que autonomia dos seus veículos desce para metade em temperaturas baixas
Texto
Tesla (Foto: Dario L1/Unsplash)
Tesla (Foto: Dario L1/Unsplash)

Elon Musk e a Tesla continuam a dar que falar e desta vez o problema surge na Coreia do Sul. O fabricante de automóveis elétricos vai ser multado em 2,1 milhões de euros por não divulgar corretamente a autonomia dos seus modelos em dias de temperaturas baixas.

Em comunicado, a Comissão de Comércio Justo sul-coreana (KFTC, na sigla em inglês) refere que no site da Tesla surgiam valores exagerados em relação à autonomia dos elétricos com um só carregamento, ao custo-benefício dos modelos quando comparados com automóveis a gasolina e mesmo à capacidade dos supercarregadores da marca.

Elétrico Tesla - AWAY
Autonomia dos Tesla desce em temperaturas baixas (foto: Ivan Kazlouskij/Unsplash)

Estas informações estiveram publicadas no site da marca de Elon Musk de agosto de 2019 até recentemente.

De acordo com a KFTC, em temperaturas baixas, a autonomia dos veículos elétricos da Tesla chega a ser 50,5% inferior àquilo era referido.

Não é a primeira vez que a Tesla é acusada de divulgar informação enganosa relativamente aos seus modelos elétricos. Em 2022, a autoridade dos transportes da Califórnia fez queixa contra o fabricante dizendo que a maneira como promovem os sistemas de piloto automático e condução autónoma fazem crer que os veículos têm capacidades superiores às reais.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Europa bate recorde de produção de energia eólica e solar
Preço dos combustíveis com forte descida na próxima semana
Radares da PSP para o mês de fevereiro: onde vão estar em todo o país