Sustentabilidade

Epson acaba com venda de impressoras a laser em prol do ambiente

Multinacional aposta em nova tecnologia de jato de tinta, mais sustentável, para a substituição das impressoras a laser
Texto
Epson deixa de vender impressoras a laser
Epson deixa de vender impressoras a laser

A Epson está a dizer adeus às impressoras a laser. A empresa japonesa anunciou que vai deixar de vender e distribuir estes equipamentos até 2026, já que consomem muitos recursos e não há como os tornar mais sustentáveis.

De acordo com a Epson, a impressão a laser consome mais energia do que a jato de tinta, já que necessita de calor para derreter o toner. Além disso, estas impressoras utilizam mais peças e componentes.

Impressora jato Epson - AWAY
Impressora a jato de tinta (Foto: divulgação)

A partir de agora, o negócio de impressão da companhia estará focado apenas em jato de tinta sem aquecimento, indo ao encontro do mercado, que prevê um crescimento na procura desta tecnologia a nível empresarial.

A multinacional está empenhada em reduzir a sua pegada carbónica e deixar de usar recursos não renováveis até 2050. Para tal, o ano passado anunciaram um investimento de aproximadamente 690 milhões de euros em inovação sustentável.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vê onde vão estar os radares da PSP em dezembro
Portugal poderá vir a ter produção de hidrogénio verde em Gondomar
Preço dos combustíveis: Governo impede descida prevista para esta semana