Sustentabilidade

Ecocentro da Lousã recebe mais de 210 toneladas de resíduos para reciclagem

Registada uma diminuição de cerca de 70% de monos depositados em aterro devido a esta infraestrutura municipal
Texto
Ecocentro Lousã
Ecocentro Lousã

O Ecocentro Municipal da Lousã já recebeu mais de 210 toneladas de resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos (REEE), monos, madeiras, resíduos de construção e demolição, papel, cartão, ferro, têxteis entre outros materiais.

Neste centro, os residentes no concelho da Lousã podem depositar gratuitamente os resíduos que, devido às suas características ou tamanho, não podem ser depositados nos habituais ecopontos.

Ecocentro Lousã - AWAY
Ecocentro Lousã (Foto: C. Palmer/ Flickr)

Em funcionamento desde abril de 2022, o Ecocentro do Município da Lousã registou durante os primeiros seis meses a receção, triagem e encaminhamento de 64 toneladas de monos. Desta forma obteve-se uma diminuição em média de 70% de monos depositados em aterro, em comparação com 2021.

A partir do ecocentro foram encaminhadas para reciclagem 22 toneladas de REEE, 58 toneladas de madeira para transformação em aglomerado e 52 toneladas de resíduos de construção e demolição. Seguiram ainda para reciclagem cerca de 20 toneladas de têxteis, plásticos, metais, papéis, cartões, óleos e monos metálicos.

De acordo com a autarquia da Lousã, em complemento à criação deste ecocentro municipal foi também criado um serviço gratuito de recolha de REEE junto das residências dos munícipes.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Plano da União Europeia vai ajudar a salvar as abelhas
Base logística do Intermarché já tem painéis solares fotovoltaicos
Antártida tem um novo iceberg 15 vezes maior do que Lisboa