Sustentabilidade

Aposta ambiental ajuda Portugal a alcançar 14.º lugar em ranking climático

Fim do carvão e aposta em energias renováveis entre medidas que ajudam Portugal na classificação da CCPI
Texto
COP27: destruição da Amazónia (foto: Edmar Barros/Associated Press)
COP27: destruição da Amazónia (foto: Edmar Barros/Associated Press)

Parece que as medidas nacionais de combate às alterações climáticas estão a resultar. Portugal alcançou o 14.º lugar no Índice de Desempenho das Alterações Climáticas 2023 (CCPI na sigla em inglês), reforçando a categoria dos países com nível “elevado” de desempenho global.

Desta forma, o país melhora o seu estatuto face ao ano passado, quando alcançou a 16.ª posição.

manifestação pelo clima - AWAY
Manifestação clima (Foto: Dominic Wunderlich/Pixabay)

O CCPI, que foi publicado no dia 14 de novembro no âmbito da COP27, avalia as políticas ambientais de 59 países e da União Europeia, responsáveis por mais de 92% das emissões globais dos gases com efeito estufa (GEE).

Para alcançar o 14.º lugar, Portugal melhorou o desempenho em diversas categorias, tomando algumas medidas como o abandono do carvão para a produção de eletricidade, o aumento da capacidade instalada de energias renováveis, o reforço das metas nacionais de redução das emissões e a possível antecipação da neutralidade carbónica.

ranking climatico - AWAY
Ranking climático – índex de performance

Países em destaque no ranking climático

Ao longo dos últimos tempos, a União Europeia melhorou as políticas de combate às alterações climática e ocupa agora o 19.º lugar, equivalente à categoria de nível “médio”. Uma subida de três lugares comparativamente à última classificação.

Dos Estados-membros da União Europeia, é de destacar positivamente a Dinamarca e a Suécia que ocupam 4.ª e 5.ª posições, respetivamente. De referir que os três primeiros lugares estão vazios, tal como aconteceu o ano passado, já que nenhum país está a cumprir o objetivo de manter o aquecimento global dentro do limite de 1,5ºC.

manifestação pelo clima - AWAY
Manifestação contra alterações climáticas (foto: Yelena Odintsova/Pexels)

Os Estados Unidos e a China, duas grandes superpotências mundiais, apresentam um nível “muito baixo”, estando em 52.º e 53.º lugar, respetivamente.

Apesar de o ranking ser referente a 2023, o CCPI é baseado em diversas estatísticas dadas pela Agência Internacional de Energia referentes ao ano de 2020. Tem também por base uma avaliação às políticas climáticas nacionais e internacionais realizada por especialistas dos quais fazem parte as associações ambientais Quercus e Zero.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Cortiça portuguesa no interior dos elétricos Mobilize
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa
Maior central híbrida solar e hidroelétrica de África está a nascer no Gana