Sustentabilidade

Dia Mundial de Educação Ambiental: Alterações climáticas agravam desastres naturais

Relatório da Aon revela que o impacto das alterações climáticas tornou os eventos em 2021 mais extremos e mais frequentes
Desastres Naturais
Desastres Naturais

O Dia Mundial da Educação Ambiental, assinalado a 26 de janeiro desde 1972, com a Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente (Conferência de Estocolmo), surge pela necessidade de implementar princípios comuns à sociedade, com vista à preservação do Ambiente.

2021 foi mais um ano que ficou marcado pelo grande número de desastres naturais no mundo inteiro, com 401 eventos que representaram perdas de 304 mil milhões de euros a nível mundial e resultaram na morte de 10 500 pessoas.

Grande parte destes eventos foram agravados pelas alterações climáticas. A análise é feita pelo relatório “2021 Weather, climate and catástrofe insights”, agora divulgado pela Aon, uma empresa de consultoria e gestão de riscos.

A influência das alterações climáticas é evidente no caso de ciclones tropicais e chuvas extremas, e os cientistas referem que as tempestades vão tornar-se cada vez mais comuns e mais intensas devido às mudanças das temperaturas na atmosfera.

No relatório, é referido que os incêndios florestais em Portugal têm vindo a aumentar substancialmente na última década. E, apesar do fator humano ter algum peso nesta subida, a verdade é que as secas e as temperaturas elevadas por longos períodos de tempo provocadas pelas alterações climáticas têm tido um papel preponderante no comportamento dos fogos.

As perdas económicas provocadas por catástrofes naturais são também referidas. Em 2021, o valor chegou aos 304 mil milhões de euros a nível mundial, dos quais apenas 115 mil milhões de euros estavam cobertos por seguros. Os analistas da Aon acreditam que este número possa vir a aumentar nos próximos anos, em parte por causa das alterações climáticas, mas também pela densidade populacional em áreas que muitas vezes são atingidas por desastres naturais.

 

(Fotos: R. Antunes/Lusa e M. Aulia, T. Mansour e C. Gallagher/Unsplash)

Continuar a ler
Home
Petróleo russo afinal pode ainda não ser alvo de embargo na União Europeia
A diferença que pode fazer uma tampa na garrafa. Vê aqui o projeto da Coca-Cola
Saga de filme de ação automóvel "Velocidade Furiosa 10" em Portugal