Sustentabilidade

Será o ebook mais sustentável do que o livro em papel?

Apesar de não ser uma atividade com uma grande pegada ambiental, a escolha do meio de leitura faz diferença nas emissões
Texto
Livros ou ebooks (Foto: FuturePublishing/GettyImages)
Livros ou ebooks (Foto: FuturePublishing/GettyImages)

Verão é, para muita gente, sinónimo de leituras. Afinal, os livros são a companhia perfeita para dias em frente à piscina ou a apanhar banhos de sol na praia. Se és um leitor ávido e preocupas-te com o ambiente, com certeza que já te perguntaste o que terá menor pegada ambiental: livros em papel ou ebooks. A resposta, como quase tudo o que tem que ver com sustentabilidade, é: depende.

Antes de passarmos para uma análise mais pormenorizada, queremos deixar aqui as boas notícias: independentemente do meio que usas, a leitura é, em si, uma atividade com uma pegada ambiental muito reduzida. Mas, claro, há sempre como reduzir as emissões de gases de efeito de estufa e até a escolha entre um livro virtual e físico faz a diferença.

A pegada ambiental dos livros em papel

A pegada de um livro vai desde o momento em que se produz o papel até à altura em que chega à casa da pessoa. A produção do papel implica corte de árvores, grandes quantidades de água e, para dar a textura e cor uniforme, a utilização de vários químicos. As tintas para impressão podem ser à base de petróleo e a cola é um elemento essencial para se fazer nascer um livro.

Quando se olha para a pegada de um livro, não se pode esquecer o transporte tanto das gráficas para as lojas e armazéns como depois para casa das pessoas.

No final, o impacto ambiental de um livro varia conforme o número de páginas, o tipo de papel, se tem ou não imagens e que tipo de transporte é utilizado para distribuição. Também tem de se ter em consideração se a produção é feita de forma mais sustentável ou não.

Ainda assim, se precisarmos de um valor de referência, de acordo com o CIRAIG, um grupo de investigação ligado à sustentabilidade de produtos, serviços e processos do Quebec, que cita um estudo sueco, um livro de capa dura de 360 páginas emite cerca de 1,2 kg de gases de efeito estufa (CO2eq) durante todo o seu ciclo de vida.

A pegada ambiental dos ebooks

Apesar de ser virtual, um ebook não deixa de ter a sua pegada ambiental. Quando se considera este tipo de livros, é importante lembrar que a publicação virtual, o armazenamento e o download, ainda que na nuvem, implicam emissões de gases. No entanto, o maior impacto está no suporte utilizado para se ler.

Quer se use um e-reader, um tablet ou até um smartphone, é importante ter em atenção que para se produzir este tipo de produtos eletrónicos usam-se várias matérias-primas e minerais. Além disso, o ciclo de vida é normalmente mais curto do que o de um livro e a reciclagem não é tão simples ou eficaz.

Um estudo de 2017 citado pelo CIRAIG, refere que um e-reader do estilo do Kindle, da Amazon, emite cerca de 14 kg de CO2eq durante o seu ciclo de vida de cerca de três anos. um artigo publicado no NewScientist, em 2021, refere que a pegada carbónica de um e-reader é de 36 kg de CO2eq em todo o seu ciclo de vida.

Então, os livros físicos são mais ecológicos do que os ebooks?

Regra geral, os livros físicos são uma opção mais ecológica se não leres mais do que um determinado número por ano. O problema é que ainda não se chegou a uma conclusão sobre qual é este número.

O CIRAIG diz que, a partir dos 4,7 livros por ano compensa trocar para ebooks. Isto se estivermos a falar de livros comprados novos, de capa dura, com 360 páginas. Se forem livros mais pequenos ou se comprados em segunda mão, nesse caso o valor sobre para nove livros por ano. O artigo da NewScientist salienta que, a partir dos 36 livros, já compensa ler ebooks.

Regra geral, se leres bastante, os livros virtuais são mais ecológicos.

Se, por outro lado, és daquelas pessoas que leem muito, mas recusas-te a passar para ebooks, podes sempre optar por ir buscar os livros à biblioteca, trocar com amigos, comprar em segunda mão ou até procurar iniciativas de partilha de livros na tua zona.

Lembra-te, quanto mais utilizas um livro, mais diluis a sua pegada ambiental ao longo da sua vida.

(Fotos: Unsplash)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro