Sustentabilidade

Linces-ibéricos estão cada vez mais longe do risco de extinção

População de linces-ibéricos quase duplicou em apenas três anos
Texto
Lince-Ibérico (foto: ICNF)
Lince-Ibérico (foto: ICNF)

Há boas notícias no mundo animal: a população de linces-ibéricos em Portugal e Espanha tem vindo a aumentar, tendo-se superado a barreira dos dois mil exemplares, um novo máximo desde que se começou a fazer um acompanhamento pormenorizado dos animais.

De acordo com um relatório elaborado pelo Grupo de Trabalho do Lince-Ibérico que é composto por representantes das comunidades autónomas Espanholas e do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) de Portugal, que levou a cabo os trabalhos de censos durante 2023, são já 2021 o total de linces recenseados distribuídos em Espanha, com 1730 exemplares, e em Portugal, com 291 exemplares.

Do total, 1299 linces são adultos ou subadultos e há 722 crias nascidas em 2023.

Os dados mostram que a população de lince continua em expansão, não só em número, mas também em território, havendo 14 áreas geográficas onde a espécie se reproduz.

A tendência da população tem sido positiva desde 2015, o que pode indicar um risco cada vez mais baixo de extinção do lince-ibérico, refere a ICNF em comunicado.

Num período de 20 anos, o número de linces-ibéricos subiu exponencialmente. Em 2002, contabilizavam-se menos de 100 exemplares, sendo que em 2023 já eram mais de 2000. O aumento foi particularmente visível desde 2020. Nesse ano a população era de 1111 linces, tendo quase duplicado em três anos

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Comboios que levitam na linha? Empresa italiana está a testar tecnologia
Radares da PSP. É aqui que vão estar na semana de 24 a 30 de junho
Visita à fábrica da Nissan: sustentabilidade em destaque na produção do Qashqai