Sustentabilidade

Teletransporte e hidrogénio: o impacto das tecnologias na vida das pessoas

A mobilidade do futuro e a sustentabilidade foram dois dos temas abordados num estudo sobre tecnologia realizado pela Bosch
Bosch faz estudo sobre tecnologia
Bosch faz estudo sobre tecnologia

A tecnologia faz parte de tudo o que nos rodeia e é quase impossível ignorá-la. A digitalização e a velocidade a que informação se propaga pelo planeta nos dias que correm, fazem com que os avanços tecnológicos das mais variadas áreas cheguem a mais pessoas de uma forma célere.

Com o objetivo de analisar se os avanços tecnológicos têm um impacto positivo ou negativo no dia a dia, a Bosch criou o Tech Compass, um estudo sobre a forma como a tecnologia está a afetar a vida das pessoas e quais os medos e as esperanças em relação ao avanço tecnológico. Este estudo foi feito online, com pessoas maiores de idade de cinco países – China, Alemanha, Índia, Reino Unido e Estados Unidos.

Para começar, cerca de 72% dos inquiridos acredita que os avanços tecnológicos tornam o mundo um lugar melhor, mas uma maior fatia de pessoas (cerca de 83%), acha que a tecnologia deve estar mais focada em enfrentar os principais desafios do nosso tempo do que responder a necessidades individuais.

Três em cada quatro pessoas concorda que o progresso tecnológico é a chave para combater as alterações climáticas e, quando o tema foram as tecnologias que poderiam impulsionar a sustentabilidade no futuro, o hidrogénio foi o mais identificado, com 42% das respostas, sendo seguido pela engenharia climática (40%) e pela biotecnologia (39%).

A mobilidade do futuro foi também foi abordada. Com as opções de resposta entre a condução ou o teletransporte, 39% dos alemães responderam de imediato que optariam pelo teletransporte, enquanto na China 34% das pessoas escolheram a mesma opção. No Reino Unido, o teletransporte foi preferido por 27% dos inquiridos, nos Estados Unidos, por 20%, mas na Índia, apenas 10% dos inquiridos assinalaram esta opção.

Ainda assim, os meios de transporte já conhecidos continuam a ser os preferidos das pessoas e os automóveis foram considerados os mais desejados, com 56% das respostas. Os aviões e os comboios ocuparam o segundo e o terceiro lugar, respetivamente.

Além de tudo isto, 37% das pessoas que participaram neste estudo deixariam a Terra para viver permanentemente em outro planeta. De uma forma geral, a grande maioria acha que o seu país está preparado para o avanço do progresso tecnológico.

Continuar a ler
Home
Petróleo russo afinal pode ainda não ser alvo de embargo na União Europeia
A diferença que pode fazer uma tampa na garrafa. Vê aqui o projeto da Coca-Cola
Saga de filme de ação automóvel "Velocidade Furiosa 10" em Portugal