Sustentabilidade

Sede da Sonae será utilizada para testar tecnologias de energia e biodiversidade

Projeto europeu, com Sonae e Sonae Capital, investe 25 milhões de euros para testar soluções de edifícios mais eficientes e emissões reduzidas
Sonae em projeto europeu de sustentabilidade
Sonae em projeto europeu de sustentabilidade

A Sonae e a Sonae Capital integram o projeto europeu PROBONO, criado com o objetivo de testar soluções para o design, construção e operação de edifícios eficientes, com emissões reduzidas, de forma a se contribuir para comunidades mais sustentáveis. As soluções vão ser testadas através dos laboratórios vivos em seis países europeus, entre eles o Sonae Campus, na Maia.

A sede da Sonae será utilizada para a testagem de tecnologias na área de energia e biodiversidade, sendo que também está previsto o teste de ferramentas de gestão e controlo para redução de emissões poluentes. Paralelamente, vão ser implementadas soluções de biodiversidade no Sonae Campus, estando a ser estudada a hipótese de se instalar jardins verticais, casas para árvores ou hortas.

O projeto europeu PROBONO prevê um investimento total de 25 milhões de euros e reúne 47 parceiros de 15 países. Em Portugal, o consórcio integra a Sonae e as suas participadas Sonae MC, Elergone e Sonae FS, assim como a Capwatt, empresa da Sonae Capital.

A Sonae, que afirma que o projeto está alinhado com o compromisso da empresa com a sustentabilidade, vai investir cerca de 1,37 milhões de euros para teste de novas soluções em áreas como a biodiversidade, energia e sustentabilidade.

O projeto PROBONO, que foi um dos três selecionados para o Programa-Quadro Horizonte 2020, irá arrancar em janeiro de 2022 e tem a duração de cinco anos.

(Fotos: Sonae e Unsplash)

Continuar a ler
Home
Petróleo russo afinal pode ainda não ser alvo de embargo na União Europeia
A diferença que pode fazer uma tampa na garrafa. Vê aqui o projeto da Coca-Cola
Saga de filme de ação automóvel "Velocidade Furiosa 10" em Portugal