Sustentabilidade

Portugal em estudo de ecossistemas aquáticos urbanos e saúde humana

Universidade de Coimbra integra projeto internacional com orçamento de cinco milhões de euros e participação de 10 países
Texto

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) vai apresentar um projeto internacional de 5 milhões de euros que vai estudar a relação entre a saúde humana e os ecossistemas aquáticos urbanos.

O OneAquaHealth – Protecting Urban Aquatic Ecosystems to Promote One Health é um projeto que se debruça sobre os desafios que a crescente urbanização global impõe à natureza, como a sua preservação, em específico nos ecossistemas de água doce e na saúde humana.

Universidade de Coimbra - AWAY
Universidade de Coimbra (foto: H. Oliveira/ Flickr)

Liderada por Maria João Feio, investigadora da Universidade de Coimbra, do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) e do Laboratório Associado ARNET, a investigação pretende demonstrar a elevada ligação que existe entre o bem-estar dos ecossistemas aquáticos, a saúde e a mitigação de surtos de doenças.

Além disso, o estudo pretende criar indicadores de poluição nos ecossistemas aquáticos, de modo a ser possível monitorizar e identificar os problemas, dando ferramentas aos decisores para os combaterem.

Rio Mondego - AWAY
Rio Mondego (foto: V. Oliveira)

De acordo com a investigadora responsável pelo OneAquaHealth, este kit de ferramentas incluirá medidas baseadas na natureza para recuperar e manter a saúde do ecossistema aquático em diferentes cenários, incluindo alterações climáticas.

Este projeto é financiado pelo programa Horizon Europe, tem um orçamento de cerca de 5 milhões de euros e conta com a participação de 13 parceiros de 10 países: Áustria, Bélgica, Espanha, França, Grécia, Israel, Itália, Noruega, Portugal e Suíça.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Sabes quais são os equipamentos elétricos com maior impacto ambiental?
Cemitérios a produzir energia solar? Projeto está a nascer em Espanha
Hyundai apresenta primeiro camião a hidrogénio com condução autónoma