Sustentabilidade

Associação portuguesa enuncia 6 medidas para se atingirem metas climáticas

Manifesto elaborado pelo BCSD Portugal aponta medidas que considera serem essenciais para cumprimento das metas do Acordo de Paris
Texto
BSCD Portugal lança manifesto para a COP27 (foto: Nariman El-Mofty/ AP)
BSCD Portugal lança manifesto para a COP27 (foto: Nariman El-Mofty/ AP)

São seis as medidas essenciais defendidas pelo BCSD Portugal para que possam ser cumpridas as metas do Acordo de Paris. A associação que junta mais de 140 empresas presentes em Portugal na promoção da sustentabilidade lançou um manifesto no âmbito da Cimeira do Clima COP27.

O BCSD defende que é tempo de agir para que sejam cumpridas as metas do acordo que visa conter o aumento da temperatura na Terra. No documento que elaborou a propósito da COP27, que está a decorrer no Egito, a associação lembra que até 2030 será necessário reduzir as emissões globais de gases com efeito de estufa em 45%, em comparação com os níveis de 2010.

A primeira das seis medidas defendidas pelo BCSD Portugal prende-se com a consolidação de um sistema de comércio de licenças de emissão global, nomeadamente através do alargamento dos mercados e sistemas de comércio de licenças de emissão de gases com efeito de estufa a nível global.

aquecimento global - AWAY
Medidas sugeridas pretendem travar o aquecimento global (foto: Jean-Francois Badias/ AP)

O aprofundamento e concretização da Lei Europeia do Clima, incluindo a adoção de um esquema de incentivos mais robusto e de uma fiscalidade mais verde, é igualmente essencial para a filial portuguesa do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD).

Uma medida defendida pela organização portuguesa como fundamental para o cumprimento das metas do acordo de Paris é também a definição de um standard universal para reporte de riscos, dependências e impactes ESG, como forma de aumentar a transparência nos relatórios de sustentabilidade das empresas.

No seu manifesto, o BSCD Portugal também visa o setor financeiro, ao qual exige que integre e valorize os diversos critérios ESG (ambiente, social e governação corporativa) na avaliação para a concessão de empréstimos.

São ainda consideradas prioritárias para o BCSD Portugal a promoção da inovação para a sustentabilidade e a promoção de soluções baseadas na natureza.

Para os subscritores do documento, “o desenvolvimento claro destas linhas de atuação prioritárias na COP27 dará um contributo importante para uma economia global mais justa e livre de carbono”, salienta o BCSD Portugal em comunicado.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Sabias que 1 em cada 4 EV utilizam baterias da Coreia do Sul?
Preço da gasolina e do gasóleo desce na próxima segunda-feira. Vê aqui
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa