Sustentabilidade

Espécie protegida de cágados é devolvida ao habitat após reabilitação

Os seis pequenos animais da espécie cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa) foram libertados na região de Loulé

Foram reabilitados pela equipa do Porto d’ Abrigo do Zoomarine e agora devolvidos ao meio natural. Os seis cágados batizados de Spoon, Tapio, Tan, Tarzan, Timon, Tércio, Tazo, Txikia e Tiny entram agora numa nova fase das suas vidas ao serem libertados na Paisagem Protegida Local da Fonte da Benémola, no interior do concelho de Loulé.

Todos os cágados agora libertados pertencem a uma das espécies endémicas de cágados que ocorrem em Portugal - cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa) – que embora não se encontre ameaçada tem o estatuto de proteção.

Como maiores ameaças à sua sobrevivência, estes cágados nativos enfrentam a destruição, alteração e poluição do seu habitat, as capturas ilegais com fins comerciais, bem como a introdução de espécies exóticas invasoras, em particular da tartaruga-da-flórida (Trachemys scripta).

A ação de devolução na Paisagem Protegida Local da Fonte da Benémola, onde existe a distribuição identificada da espécie cágado-mediterrânico, contou com o envolvimento de diferentes entidades: Centro de Reabilitação de Espécimes Aquáticas do Zoomarine, Departamento de Conservação da Natureza e Florestas do Algarve do ICNF e Câmara Municipal de Loulé.

Continuar a ler
Home
2022 é o ano com a segunda maior área ardida na Europa
Descobre este veículo de transporte coletivo autónomo e a hidrogénio
Colete salva-vidas de economia circular evita afogamentos