Sustentabilidade

Da cozinha para a frota: Padaria Portuguesa vai usar biocombustível Prio

Óleos usados na cozinha ou com origem na cozinha dos clientes vai proporcionar à Padaria Portuguesa uma pegada mais ecológica
Texto
Prio e Padaria Portuguesa juntam-se para dar nova vida aos óleos usados
Prio e Padaria Portuguesa juntam-se para dar nova vida aos óleos usados

A transformação de óleo alimentar usado em biocombustível é uma das formas de promover a economia circular ao mesmo tempo que se assegura um reencaminhamento mais sustentável deste produto.

É desta forma que A Padaria Portuguesa realizou uma parceria com a Prio que irá permitir o encaminhamento dos óleos utilizados nas suas cozinhas para a produção de um biocombustível denominado Eco Diesel B15.

Vê também: Prio e Carris lançam carreira movida a biocombustível

De acordo com informação divulgada em nota de imprensa este biocombustível permite uma redução de até 18% das emissões de gases de efeito de estufa e uma redução do consumo que pode chegar aos 5% dada a sua eficiência de combustão.

A Padaria Portuguesa irá fornecer o óleo usado nas suas cozinhas e ao mesmo tempo passa a aceitar óleo usado pelos clientes que podem depositar em cerca de 59 lojas espalhadas em Portugal. Este óleo alimentar depois de recolhido e transformado poderá ser utilizado na frota de 15 veículos comerciais A Padaria Portuguesa, que assim o utilizará nas suas entregas.

 

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Tecnologia Nissan e-Power nos novos Qashqai e X-Trail
Vê onde vão estar os radares da PSP em dezembro
Portugal poderá vir a ter produção de hidrogénio verde em Gondomar