Sustentabilidade

Temperaturas na Europa subiram mais do dobro da média global

Relatório que analisou alterações climáticas mostrou que, desde 1991, temperatura na Europa aumento 0,5ºC por década
Texto
Ondas de calor afetaram vários países da Europa (Foto: A. Calanni/AP)
Ondas de calor afetaram vários países da Europa (Foto: A. Calanni/AP)

A Europa foi o continente com o maior aumento das temperaturas desde 1991, atingindo mais do dobro da média global. A conclusão foi divulgada através de um relatório da Organização Meteorológica Mundial (OMM).

De acordo com o relatório “O Estado do Clima na Europa”, realizado em conjunto com o Copernius, o Programa de Observação da Terra da União Europeia, entre 1991 e 2021, as temperaturas no continente europeu aumentaram cerca de 0,5 graus centigrados por década.

Este aumento na temperatura tem provocado vários fenómenos ambientais. De 1997 a 2021, os glaciares alpinos perderam 30 metros de espessura e registou-se a primeira chuva no ponto mais alto da Gronelândia, explicou a OMM num comunicado citado pela Lusa.

Temperaturas elevadas na Europa - AWAY
Temperaturas elevadas (Foto: M. Spingler/AP)

em 2021, as alterações climáticas e os fenómenos extremos, como inundações e tempestades, afetaram diretamente mais de meio milhão de pessoas e causaram prejuízos avaliados em mais de 50 mil milhões de euros.

Apesar de a Europa estar a trabalhar para reduzir as emissões de gases de efeito de estufa e de já haver vários países a conseguir baixar as emissões, o relatório da OMM recorda que o Painel Intergovernamental Sobre Alterações Climáticas, uma organização de cientistas criada pela ONU, prevê que as temperaturas continuem a aumentar independentemente do que aconteça às emissões.

Seca - AWAY
Seca em Portugal (Foto: A. Franca/AP)

As alterações climáticas têm também impacto na saúde da população europeia, registando-se um aumento de alergias e de doenças transmitidas por alimentos, água e mosquitos.

“A sociedade europeia é vulnerável à variabilidade e mudanças climáticas, mas a Europa também está na vanguarda do esforço internacional para mitigar as alterações e desenvolver soluções inovadoras para adaptação ao novo clima com o qual os europeus terão de viver”, referiu Carlo Buontempo, diretor do Centro Europeu de Previsões Meteorológicas de Médio Prazo, ligado ao Copernicus, citado pela Lusa.

O relatório "O Estado do Clima na Europa" é divulgado poucos dias antes do início da Cimeira do Clima COP 27 que junta lideres mundiais para tentar acordar medidas que possam controlar as subidas da temperatura. 

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Sabias que 1 em cada 4 EV utilizam baterias da Coreia do Sul?
Preço da gasolina e do gasóleo desce na próxima segunda-feira. Vê aqui
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa