Mobilidade

Veículo elétrico solar promete tornar mobilidade mais divertida

Com painéis solares e diferentes módulos, o Xbus adapta-se a diferentes necessidades de mobilidade e estilos de vida

O que será o futuro da mobilidade? Veículos elétricos? Modulares? A energia solar? Talvez seja tudo isto. Pelo menos é essa a proposta da marca alemã ElectricBrands com o Xbus.

Foi há três anos que o Xbus começou a ser imaginado. Ralf Haller, o fundador da empresa de mobilidade, queria desenvolver um veículo inteligente, versátil e sustentável que fosse a resposta para as necessidades de mobilidade e o estilo de vida das pessoas. Assim, começaram a ser dados os primeiros passos para o veículo elétrico Xbus, com um design original que deverá começar a ser produzido muito em breve.

Para poder ser facilmente adaptado às necessidades de cada comprador, o elétrico tem duas opções de chassis – standard e offroad - e vários módulos que dão vida a diferentes veículos, como a versão CargoBox, Tipper, Pick Up e Camper. Desta forma, o Xbus adapta-se às diferentes necessidades, podendo ser usado nas deslocações diárias, para entregas de pequenos negócios ou até para acampar.

A sustentabilidade guiou a construção deste veículo modular e os métodos de produção foram, de acordo com a marca, amigos do ambiente. As baterias usadas também não têm cobalto. Outro ponto interessante é que 98% das partes individuais do Xbus podem ser reutilizadas graças à utilização de materiais e componentes que podem ser reciclados.

A ElectricBrands acredita que um dos principais problemas dos veículos elétricos – e uma das principais críticas – é a autonomia. Como tal, um dos objetivos foi garantir que o Xbus conseguia convencer até os mais céticos.

O consumo é de 5 a 10 kWh a cada 100 quilómetros. Com oito packs de baterias com 10 kWh de capacidade, o elétrico modular tem até 200 quilómetros de autonomia.

Para quem procura mais autonomia, a empresa dá duas sugestões: mais packs de bateria e um tejadilho solar. De acordo com a empresa, as células solares que podem ser instaladas no teto do veículo podem aumentar o range do veículo em até 200 quilómetros por dia. Juntamente com os packs extra de baterias, será possível fazer até 600 quilómetros em ambiente urbano.

O carregamento pode ser feito numa tomada AC de 220 volts – demora entre três e cinco horas -, ou numa tomada tipo 2 de 11 kW. Em alternativa, pode-se levar os packs de baterias extra no veículo e trocar quando necessário, algo que a ElectricBrands garante que demora tanto tempo como encher um depósito de combustível.

Apesar de ainda não se saber ao certo quando serão entregues as primeiras unidades, já é possível fazer a reserva do Xbus ou até consultar revendedores em toda a Europa. De acordo com a informação no site da ElectricBrands, em Portugal já há três revendedores do Xbus, um em Lisboa, outro em Coimbra e ainda em Beja. A pré-reserva é feita no site mediante o pagamento de 10% do valor do veículo.

No site da ElectricBrands, pode ver-se que o Xbus estará disponível a partir de 18.677 euros para Portugal.

Continuar a ler
Home
Alterações climáticas impactam nascimento das tartarugas
Preço dos combustíveis desce hoje: vê a nossa previsão
Descobre este veículo de transporte coletivo autónomo e a hidrogénio