Sustentabilidade

Estás numa de limpezas? Eis o que podes fazer ao telemóvel antigo

Se pensas aproveitar a primavera para arrumações e limpezas, deixamos-te dicas para não acumulares lixo eletrónico
Texto
Lixo eletrónico (foto: divulgação)
Lixo eletrónico (foto: divulgação)

Cerca de 76% dos portugueses continuam a guardar em casa os telemóveis antigos, o que contribui para o acumular de lixo eletrónico. A conclusão é de um estudo realizado pela Swappie, marca especializada na compra e venda de smartphones recondicionados iPhone.

Tendo em conta a entrada na primavera, altura em que muitas pessoas aproveitam para fazer limpezas e arrumações mais profundas, a Swappie deixa algumas dicas parta ajudar a diminuir o lixo eletrónico e dar uma segunda vida aos aparelhos eletrónicos, em particular os smartphones.

Lixo eletrónico - AWAY
Lixo eletrónico (foto: divulgação)

Vende ou recicla o que já não usas

Se optares por vender os telemóveis que já usas está a permitir que estes tenham uma segunda vida, já que assim poderão aproveitar-se alguns dos componentes ainda em bom estado para integrar em dispositivos recondicionados.

Pode até dar-se o caso do próprio aparelho poder ser recondicionado, o que prolonga o seu ciclo de vida.

Para além da venda poder dar-te algum dinheiro extra, também é uma forma de promoveres a economia circular.

Será que o smartphone não pode ser reparado?

Antes de descartares o teu smartphone avariado, avalia bem se não pode ser reparado. A substituição por um novo surge como solução imediata, mas nem sempre é a melhor solução, pois para além de gastares muito mais dinheiro está a contribuir para a acumulação de lixo eletrónico.

Smartphone danificado - AWAY
Smartphone danificado (foto: divulgação)

Quando um telemóvel sofre algum dano, antes de mais, é importante avaliar a sua extensão e impacto na usabilidade, para então determinar a viabilidade de fazer uma reparação e solucionar o problema sem ter de comprar um novo equipamento.

E porque não optar por um aparelho recondicionado?

Segundo a Swappie, optar por um smartphone recondicionado é uma das formas mais sustentáveis de adquirir o aparelho, pois representa menos 76% de emissões de CO2 face a um novo.

Recuperados de forma que voltem a estar disponíveis para utilização, através do recondicionamento do seu hardware e software, os smartphones recondicionados têm a vantagem de apresentar um preço mais reduzido, para além de que a sua aquisição diminui o impacto no ambiente e contribui para gerar valor na economia circular.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Hyundai apresenta primeiro camião a hidrogénio com condução autónoma
Segurança rodoviária: 9 peças de roupa a evitar quando se está ao volante
Projeto português cria vidro que produz eletricidade a partir da luz solar