Smartcity

Autocarros com nova imagem e 439 rotas na Área Metropolitana do Porto em 2023

Novo sistema de transportes vai servir 16 municípios e apresenta mudanças no modelo das linhas
Texto
Área Metropolitana do Porto vai ter autocarros uniformizados (Foto: KK70088/Flickr))
Área Metropolitana do Porto vai ter autocarros uniformizados (Foto: KK70088/Flickr))

A Área Metropolitana do Porto (AMP) terá um novo sistema de autocarros a funcionar até ao final do primeiro trimestre de 2023. O Presidente da AMP, Eduardo Vítor Rodrigues, anunciou que os contratos do concurso público vão ser assinados a 29 de novembro e seguem para o Tribunal de Contas para obtenção do visto.

A nova rede de transporte rodoviário vai apresentar um renovado modelo de funcionamento composto por 439 linhas que inclui o bilhete Andante. Desta forma, termina com o modelo existente desde 1948.

A frota de autocarros deve apresentar uma nova imagem que será comum em todo o território.

Para a uniformização da rede, o concurso teve um custo de 394 milhões de euros.

O concurso público foi lançado em janeiro de 2020 e a nova concessão dos autocarros abrange 16 municípios. O concelho do Porto é a única exceção, pois a Sociedade de Transportes Coletivos de Passageiros (STCP) opera com exclusividade.

A conclusão deste processo sofreu atrasos pelo facto de ter sido impugnado oito vezes por ações judiciais.

Autocarros - AWAY
Autocarros (Foto: M. Johnson/Unsplash)

O novo sistema de transporte público irá operar na Póvoa de Varzim e Vila do Conde com a empresa Auto Viação do Minho/Transdev/Litoral Norte, na Trofa, Maia e Matosinhos com a Barraqueiro/Resende e em Santo Tirso, Valongo, Paredes e Gondomar com a Nex Continental Holdings.

Já em Gaia e Espinho venceu a Feirense/Bus On Tour, enquanto em Santa Maria da Feira, São João da Madeira, Arouca, Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra venceu a empresa Xerpa Mobility.

 

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Barco à vela produzido com algas e plástico reciclado inspira o futuro
Comer carne ou ser vegan? Qual a dieta com menos emissões de carbono?
Limitar o aquecimento global a 1,5ºC parece tarefa impossível diz novo estudo