Smartcity

Como estão os municípios portugueses a lidar com a emergência climática?

Análise às medidas contra emergência climática mostra que apenas 11% dos municípios se comprometeram com neutralidade carbónica
Texto
Lisboa (Foto: E. Michelet/Unsplash)
Lisboa (Foto: E. Michelet/Unsplash)

Apesar da aparente preocupação com o clima e da entrada em vigor da Lei de Bases do Clima em Portugal, a grande maioria dos municípios nacionais ainda não se comprometeu com a neutralidade carbónica. Apenas 1% das Câmaras Municipais definiu uma estratégia para se tornarem neutras.

O alerta é dado pela Get2C, uma empresa que atua na área das alterações climáticas, que desenvolveu um estudo sobre o nível de compromisso das Câmaras Municipais em relação à emergência climática e lançou o Mapa de Ação Climática Municipal.

Dos 308 municípios portugueses, apenas 35 se comprometeram com a neutralidade carbónica, e só Cascais, a Azambuja e Lisboa definiram uma estratégia.

Cascais - AWAY
Cascais (Foto: J. Franganillo/Flickr)

Por outro lado, numa altura em que se fala na poupança energética, 41% dos municípios já têm uma Estratégia de Energia que engloba as emissões de gases com efeito de estufa.

Apesar de não haver ainda planos para atingir a neutralidade carbónica, há uma aposta em estratégias para adaptação às alterações climáticas, com 79% das Câmaras com planos definidos. Neste caso, os Municípios admitem que as linhas de financiamento internacionais ajudaram a impulsionar a elaboração de estratégias.

Apesar de os dados mostrarem algum atraso por parte dos municípios no compromisso com a neutralidade carbónica, todos terão de definir um Plano Municipal de Ação Climática até fevereiro de 2024 conforme previsto na Lei de Bases do Clima.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Sabias que 1 em cada 4 EV utilizam baterias da Coreia do Sul?
Preço da gasolina e do gasóleo desce na próxima segunda-feira. Vê aqui
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa