Mobilidade

Intel vende participação na Mobileye para investir em novas fábricas de chips

Oferta Pública Inicial da Mobileye vai permitir à gigante americano criar novas unidades de produção nos Estados Unidos e Europa
Texto
Intel vende parte de Mobileye
Intel vende parte de Mobileye

A Intel, empresa americana fabricante de chips, anunciou que irá vender uma participação da sua unidade dedicada a componentes para veículos de condução autónoma, a Mobileye, e que o montante angariado irá permitir-lhe construir novas fábricas de produção de chips. A informação foi confirmada pelo próprio CEO da empresa, Pat Gelsinger.

Duas novas fábricas no estado americano do Arizona, a que se irão juntar outras unidades nos Estados Unidos e na Europa, em localizações ainda não reveladas: é este o plano de expansão do gigante da produção de chips, cujo sucesso foi sendo construído na área da eletrónica de consumo, mas que nos últimos anos tem investido cada vez mais em produtos para a indústria automóvel.

Com a criação de novas unidades de produção, a Intel pretende dar resposta à escassez de chips que tem afetado inúmeras indústrias a nível global. Nos Estados Unidos, a situação é de tal ordem preocupante que o presidente Joe Biden vai levar ao congresso uma proposta para a aprovação de um orçamento no valor de 46 mil milhões de euros para expandir a produção dos chamados semicondutores no país.

O montante que a Intel irá obter com a Mobileye será proveniente de uma Oferta Pública Inicial (OPI) que a empresa tem planeada para meio do próximo ano. Pat Gelsinger garantiu que o valor obtido com a operação ficará, na sua maioria, na posse da Intel e que esta continuará a ser a acionista maioritária da Mobileye. O executivo não revelou, contudo, a dimensão da participação que será vendida.

Oferta pública inicial é um tipo de oferta pública em que as ações de uma empresa são vendidas ao público em geral numa bolsa de valores pela primeira vez. É o processo pelo qual uma empresa se torna numa empresa de capital aberto.

Adquirida pela Intel em 2017 por um valor na ordem dos 13,3 mil milhões de euros, a empresa israelita Mobileye poderá atingir um valor acima dos 44,2 mil milhões de euros aquando da realização da OPI, de acordo com alguns analistas. O seu crescimento tem sido constante, impulsionado pela derivação do mercado automóvel para o segmento dos veículos elétricos e pela aposta em soluções de condução autónoma.

A sua tecnologia tem sido utilizada por alguns dos principais fabricantes de automóveis a nível global, nomeadamente BMW, Audi, Volkswagen, Nissan, Honda e General Motors e tem sido testada em frotas de robotáxis nas cidades de Tóquio, Paris, Xangai e Detroit.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Ponte Vasco da Gama encerrada ao trânsito na próxima madrugada
O futuro pode não ter sequer volante e vai ser mais sustentável
Combustíveis: gasóleo e gasolina descem segunda-feira... mas pouco