Atualidade

O meu carro avariou. E agora, o que fazer?

Quando o carro para na via pública sabes o que deves fazer?
Texto

Não entres em pânico. Um carro avariar, ficar sem combustível ou sem energia elétrica pode acontecer a qualquer um. Vamos deixar aqui alguns conselhos para ultrapassar da melhor forma a situação.

Antes de mais o básico. Antes de saires do carro e ir para a estrada ou para o passeio recordamos que deves vestir o colete refletor e só depois ir colocar o triângulo de sinalização de emergência.

Pronto? Vamos lá!

carro avariado - away
Carro avariado na autoestrada (foto: Uwe Hoh/Pixabay)

O que fazer se o carro parou?

Se puderes para em condições de segurança e de preferência na berma de segurança da estrada. Muito importante é quando abandonares o veículo mantém-te (tal como os passageiros) do lado direito do veículo. Acima de tudo ninguém pode ficar ou andar na estrada.

Antes de abandonares o veículo ligue os quatro piscas (luzes de emergência) ou os quatro piscas.

carro avariado - away
Sinalização de acidente com triângulo (foto: S. Schweihofer/Pixabay)

A colocação do triângulo obedece a regras do Código da Estrada: deve ficar em local visível à distância legal de no mínimo 30 metros da retaguarda e perfeitamente visível pelo menos a 100 metros. Há países que obrigam a um segundo triângulo de sinalização colocado na dianteira do veículo.

Antes de ligares à assistência em viagem, pondera se deves ou não ligar ao 112, caso tenhas alguém que possa não estar a sentir-se bem. Minutos podem ser preciosos.

Mas há sítios com regras diferentes?

Começamos pelo bom senso. Se avariar em pleno tabuleiro da ponte 25 de Abril não tires a família toda para fora do carro…

Agora a sério, se a avaria for em autoestradas (AE) ou vias rápidas fica a saber que a paragem nesses locais é proibida em qualquer altura. Se o fizeres e não tiveres mesmo uma avaria irás incorrer numa coima a partir de 125 euros. Cuidado porque falta de combustível, em autoestrada, pode não ser considerada uma avaria…

carro avariado - away
Carro avariado ou sem gasolina (foto: Hebi B./Pixabay)

Se o veículo parou também não é boa ideia numa via rápida ires empurrá-lo para a berma. Ou este vai pelos próprios meios (nem que seja a baixa velocidade devidamente sinalizado em marcha de emergência) ou sinaliza-o e segue para uma posição de segurança.

Nas AE e algumas via rápidas há telefones a partir dos quais podes chamar a assistência do local. Mas atenção! Estás a chamar a assistência da operadora concessionária do local e não a tua assistência em viagem. Uma pode ser grátis para ti, a outra poderá não ser totalmente.

carro avariado - away
Carro avariado em reboque de assistência (foto: Lucas Wolf/Pixabay)

Se conseguiste colocar o veículo na berma deves, ainda assim, manter os passageiros dentro do carro com os cintos postos. Se isso não for possível, deves encaminha-los para uma zona o mais segura possível atrás das proteções da AE se aplicável.

Avaria numa estrada nacional

As estradas nacionais normalmente têm bermas mais estreitas (quando as têm de todo). Consegues levar o veículo até uma zona com maior espaço e segurança? Se a resposta é não, deverás tentar parar o mais em segurança possível.

carro avariado - away
Carro avariado a ser empurrado (foto: Thule Minh/Pixabay)

Em caso de extrema necessidade até poderás deixar o carro em cima do passeio se isso evitar que prejudique o trânsito ou coloque em segurança a via. Mas sempre sinalizado.

Chama sempre a assistência. É um numero que deves ter memorizado no teu telemóvel porque quando precisares dele não vais querer andar à procura nos papéis do seguro…

Mas e se for numa ponte?

Avariar no tabuleiro de uma ponte é de facto um problema de alguma complexidade. Só as mais modernas (como a Vasco da Gama, por exemplo) têm uma berma mínima de segurança.

O exemplo da Ponte 25 ou até de alguns viadutos é bem claro, pois de carros avariados resulta muitas vezes acidentes. Isto porque não há via de segurança.

Ponte 25 de abril - away
Ponte 25 de Abril (foto: Pixabay)

Sinaliza o melhor que podes, dá o alerta às autoridades e, após a devida ação de sinalização, mantém-te no veículo com o cinto devidamente apertado (que ainda assim é melhor que correr o risco de ser atropelado).

Uma vez mais pondera se existem condições para retirares pessoas do veículo. Há túneis em várias cidades que não tem margem de segurança absolutamente nenhuma e não deves considerar andar pelo túnel.

Avaria num túnel

Um túnel é igualmente um grande problema. Deves sempre desligar o motor para evitar concentração de dióxido de carbono e outros gases de escape.

túnel marquês de pombal - away
Túnel do Marquês de Pombal (foto: Arquivo AWAY)

Ainda assim tenta perceber onde existe o refugio de segurança e se possível imobiliza a viatura junto ao mesmo. Se existir saída de emergência pedonal (apenas túneis de maior dimensão o têm) deves utilizá-la para te colocar em segurança.

Regras de ouro

Liga sempre os quatro piscas, veste o colete refletor (é boa ideia ter mais do que um a bordo) e assinala o acidente com o triângulo.

Mantém crianças e animais em segurança. Lembra-te que um cão à solta pode ser atropelado ou fugir.

Não andes nas estradas a pé… procura abrigos e zonas de emergência.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Clássico Renault 5 renasce em versão elétrica e moderna
Preço dos combustíveis na próxima semana de 4 a 10 de março
Já podes carregar o teu cartão de transporte Navegante com o smartphone