Energia

Renováveis asseguraram 87% da energia elétrica de janeiro a maio

Energia solar bateu recorde de abastecimento no mês de maio
Texto
Parque solar e eólico - imagem ilustrativa - (foto: Freepik/DR)
Parque solar e eólico - imagem ilustrativa - (foto: Freepik/DR)

Portugal continua virado para a energia limpa. Entre janeiro e maio de 2024, 87% da energia elétrica consumida a nível nacional veio de fontes renováveis, mais 24% do que no período homólogo de 2023.

De acordo com dados agora divulgados pela Rede Elétrica Nacional (REN), a energia hidroelétrica supriu 43% das necessidades dos portugueses, logo seguida da energia eólia, com 30%. A fotovoltaico representou 8% do consumo e a biomassa 6%.

Do restante consumo, 9% foi garantido pela produção a gás natural e 4% foi saldo importador.

Quando analisando apenas o mês de maio, os números não são tão elevados, mas não deixam de ser impressionantes. Quase 70% do consumo veio das energias renováveis, 4% de não renováveis e 27% corresponderam a energia importada.

No mês de maio, a energia solar abasteceu uma percentagem recorde em Portugal, sendo responsável por 12% do consumo nacional.

Olhando para o gás natural, o segmento de produção teve uma redução homólogo de 96% em grande parte devido à disponibilidade de energia renovável e à importação em maio. Nos primeiros cinco meses do ano, o consumo acumulado de gás foi o mais baixo desde 2004.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Hyundai apresenta primeiro camião a hidrogénio com condução autónoma
Segurança rodoviária: 9 peças de roupa a evitar quando se está ao volante
Projeto português cria vidro que produz eletricidade a partir da luz solar