Sustentabilidade

Campanha Quartel Electrão já recolheu mais de 134 toneladas de equipamentos

Edição 2022 é a mais participada de sempre, com associação vencedora a receber um veículo ligeiro de combate a incêndios
Texto
Campanha 2022 Quartel Electrão
Campanha 2022 Quartel Electrão

São 191 as associações humanitárias de bombeiros que participam na sétima edição da campanha Quartel Electrão, através da quais já foram recolhidas mais de 134 toneladas de equipamentos elétricos usados.

Nos primeiros oito meses do ano desta campanha promovida pela empresa de gestão de resíduos Electrão, que se irá prolongar até novembro e que tem como parceira a Liga dos Bombeiros Portugueses, os bombeiros procederam à recolha de um total de 1.414 toneladas de equipamentos elétricos usados, 15,1 toneladas de lâmpadas e 4,3 toneladas de pilhas.

Estão envolvidas nesta iniciativa associações de bombeiros de todo o continente e ilhas – é aliás a edição mais participada de sempre – que desta forma prosseguem a sua missão de proteção das populações e da biodiversidade, ao mesmo tempo que dão o seu contributo para que eletrodomésticos e outros equipamentos elétricos usados não poluam o ambiente.

Para além da componente humanitária e de proteção ambiental, a campanha Quartel Electrão é também uma oportunidade para as associações de bombeiros reforçarem os seus equipamentos.

Para a associação que mais equipamentos usados recolher a nível nacional está reservada a oferta de um veículo ligeiro de combate a incêndios no valor de 54 mil euros. O segundo prémio corresponde a 5000 euros convertíveis em equipamento de proteção florestal. As associações recebem ainda 75 euros por cada tonelada de resíduos que reunirem.

Através do website da campanha é possível saber qual o quartel aderente mais próximo, onde qualquer pessoa pode depositar pilhas, lâmpadas e equipamentos elétricos usados.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro