Energia

Inovador reator de energia nuclear poderá alimentar 300 mil casas

Westinghouse desenvolveu pequeno reator nuclear AP300 que ficará disponível em 2027
Texto
Pequena central nuclear AP300 da Westinghouse (foto: Westinghouse/Facebook)
Pequena central nuclear AP300 da Westinghouse (foto: Westinghouse/Facebook)

A empresa americana Westinghouse está a desenvolver um reator nuclear em tamanho pequeno para apoiar a transição para energias mais limpas. A nova proposta para energia nuclear chama-se AP300 e deverá ficar disponível em 2027.

A proposta inovadora surge como uma opção limpa para produção de energia que pode facilmente substituir uma central a carvão americana.

O AP300 é apresentado como uma versão mais pequena do reator AP1000 da Westinghouse. Isto porque, em termos de tecnologia, é igual, só que produz apenas um terço da energia e chega a custar seis vezes menos.

Com capacidade de produzir cerca de 300 MW, o reator nuclear AP300 vai gerar energia sem emissões de dióxido de carbono (CO2) para aproximadamente 300 mil casas.

Em termos de custo, de acordo com David Durham, presidente de sistemas de energia na Westinghouse, citado pela CNBC, o pequeno reator tem um custo de mil milhões de dólares por unidade (cerca de 916 milhões de euros), quando o AP1000 fica por cerca de 6,8 mil milhões de dólares (cerca de 6,2 mil milhões de euros).

E apesar de ter um custo mais reduzido, o AP300 apresenta as mesmas características de segurança do AP1000, como um sistema de arrefecimento passivo que utiliza água para evitar o sobreaquecimento.

Reator nuclear AP300 - AWAY
AP300 tem capacidade de gerar energia para 300 mil casas (foto: Westinghouse)

Uma das grandes vantagens do AP300 é o facto de ser mais versátil devido ao seu tamanho e custo. Além disso, é mais fácil conectá-lo à rede elétrica sem haver necessidade de fazer atualizações.

O reator nuclear AP300 terá ainda de ser aprovado pela Comissão Reguladora Nuclear, nos Estados Unidos. No entanto, David Durham acredita que não haverá qualquer problema já que a unidade não apresenta nova tecnologia, disse à CNBC.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Dicas para enfrentar o frio sem gastar muito dinheiro
Um dos relógios mais sustentáveis é feito com materiais reciclados
E se pudesses comer a colher? Esta é em bolacha impressa em 3D