Mobilidade

Portagens terão aumento significativo em 2023, avisa presidente da Brisa

Caso o Governo não compense a concessionária a inflação irá impactar fortemente o preço das portagens para o próximo ano
Portagens (Foto: Brisa)
Portagens (Foto: Brisa)

O preço das portagens tem a variação indexada à inflação e depois de dois anos sem alterações, a previsão para 2023 é de um aumento “significativo” de acordo com o responsável máximo da Brisa.

A AWAY já tinha lançado aqui o alerta no início de junho quando João Duque, professor do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), lembrou que se os salários aumentarem em linha com a inflação esperada faz todo o sentido que as portagens aumentem na mesma ordem de grandeza.

Desta vez é Pires de Lima, o atual presidente da Brisa e ex-ministro de Economia do governo de Pedro Passos Coelho, que refere que “se o Estado não fizer nada, o aumento das portagens será aquele que corresponde à inflação”.

O presidente da Brisa, concessionária da maioria das auto-estradas, mostra “abertura” para negociar com o Executivo de António Costa, mas sugere a criação de mecanismos de compensação para evitar o aumento e facilitar um aumento diluído no tempo.

As declarações de Pires de Lima surgiram em entrevista ao Jornal de Negócios e à Antena 1.

Continuar a ler
Home
2022 é o ano com a segunda maior área ardida na Europa
Descobre este veículo de transporte coletivo autónomo e a hidrogénio
Colete salva-vidas de economia circular evita afogamentos