Mobilidade

Transição para comerciais elétricos pode reduzir emissões de CO2 em 30% na Europa

Solução de gestão de frotas da Bridgestone integra nova funcionalidade que ajuda a identificar os veículos que poderiam ser substituídos por elétricos
Eletrificação de comerciais
Eletrificação de comerciais
PUB

A Bridgestone e a sua subsidiária Webfleet Solutions estão empenhadas na oferta de um conjunto alargado de soluções no sentido da conversão das frotas de veículos comerciais para modelos elétricos.

A Webfleet Solutions analisou dados anónimos e agregados de condução de 100 mil veículos comerciais ligados à sua plataforma de gestão de frotas durante um período de 12 meses e concluiu que, com base na distância de condução diária, 61% desses veículos comerciais em circulação na Europa poderiam ser substituídos por veículos elétricos.

PUB

O estudo efetuado pela empresa aponta ainda para o facto de que, caso essa mudança acontecesse, o consumo agregado de gasolina seria reduzido em mais de 42% e, no caso do gasóleo, em pouco mais de 30%, o que poderia conduzir a uma redução coletiva das emissões de CO2 de 31%.

PUB

Apesar da adoção de veículos elétricos ser atualmente um tópico importante para os operadores de frotas, há ainda alguma resistência à mudança causada pela ansiedade de autonomia e pela perceção da falta de infraestruturas. Consciente desta realidade, a Webfleet Solutions apoia os gestores de frotas e empresas no sentido da eletrificação, através da sua solução de gestão de frotas baseada em dados, nomeadamente permitindo-lhes gerir eficazmente o funcionamento dos seus elétricos, adicionar elétricos às suas frotas de forma eficiente e minimizar o custo de carregamento.

PUB

Para além de ajudar a monitorizar e otimizar os comportamentos de condução e operações gerais de frota, a solução Webfleet oferece agora também uma ferramenta de Relatório de Planeamento da Eletrificação da Frota, através da qual os utilizadores passam a poder identificar os veículos da sua frota que poderiam ser substituídos por modelos elétricos, o que significa um importante impulso no sentido da transição para frotas mais económicas e amigas do ambiente.

Com a nova ferramenta, os gestores de frotas podem ainda obter informações remotas e em tempo real sobre os seus veículos elétricos e híbridos, tais como níveis de bateria, estado de carregamento, autonomia e tempos de carregamento remanescentes.

(Fotos: divulgação e J. Schonbrich e M. Winkler/Unsplash)

Continuar a ler
Home
Cidades
Novas cidades no mundo fazem disparar investimentos
Mobilidade
Veículo elétrico: Stress ou anti-stress?
Evasão
Sugestão de viagem: os 10 castelos mais visitados